Do Porto com Amor: Palácio de Cristal, Telhados de Vidro

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Palácio de Cristal, Telhados de Vidro


Não há como contornar a questão: hoje em dia, até um qualquer badameco ainda com tudo para provar, prefere arriscar num clube que joga para não descer na Premier League do que vir para o FC Porto.





Sim, eu sei que o destino de Marco Silva deverá ser o Watford e não o Crystal Palace, mas não me dava jeito para o título do post. E sinceramente, é a mesma coisa.

Sem saber ainda quem será o próximo treinador, sei que os erros se repetem e novos fundos se vão descobrindo.

Nuno Espírito Santo saiu. 

Foi surpresa para alguém? Não era o desfecho mais do que previsível? Mais do que exigível?

Foi necessária aquela derrota confrangedora em Moreira de Cónegos para que a ADMINISTRAÇÃO da SAD se apercebesse dessa inevitabilidade? Ou esperam que nos façamos todos de idiotas e acreditemos que Nuno só saiu por sua iniciativa? 

Se assim fosse, seria pior ainda. Mas adiante.

Admitindo que ainda sobra algum bom-senso na liderança do Porto, não seria expectável que uma estrutura altamente profissional tivesse já em campo para preparar a sucessão? Ou o profissionalismo saiu todo com Antero Henrique?

Nuno saiu e não havia sequer contactos para o substituir, fazendo fé em tudo o que se vai sabendo por portas travessas. Fomos, uma vez mais, apanhados desprevenidos. Bendita inocência.

Passo seguinte, toca de analisar candidatos. 

Marco Silva.

Supostamente, escolha unânime na administração, mas não na entourage vampírica que a rodeia. 
Supostamente, aliciado com um bom e longo contrato.
Analisou e preferiu o Wathefuck. Supostamente.

Um treinador júnior, com tudo por provar se quer um dia ser um dos melhores, prefere um qualquer Palácio de Cristal ao FC Porto. Prefere ficar fora das competições europeias a disputar a Liga dos Campeões.


O único Palácio de Cristal que justificaria a opção
 
Algo não bate certo. Hipóteses:

a) Marco Silva é estúpido, plain and simple;
b) Marco Silva é demasiado candeeiro para se opôr ao penta da treta;
c) Marco Silva ouviu (supostamente) o que o Porto tinha para lhe oferecer e não se convenceu. Seja pelo salário, seja pelas vendas planeadas e capacidade para as substituir, seja pela incapacidade de combater o polvo dos sem-vergonha.

A conclusão precipitada é triste mas óbvia. Hoje, vir treinar o Porto é um risco para as ambições de qualquer treinador (que as tenha). Mais vale um pequeno palácio de cristal do que uma Fortaleza com telhados de vidro.

Sabendo-se das imperativas vendas que terão de acontecer neste Verão, percebe-se a questão do risco. Duvidando-se da real capacidade para travar o antro de podridão que assola o futebol em Portugal, compreende-se o desdém. E conhecendo-se as interferências nefastas do filho pródigo nas decisões mais relevantes, entende-se o receio.

Curiosamente, quem se foi embora - muito por culpa do desgaste causado por essas interferências - vai agora assumir cargo idêntico no milionário PSG. Deve ser pela incompetência acumulada que o contratam. 

Ironicamente, parece que vem buscar o Messias por quem Pinto da Costa tem tanto apreço e histórica vontade de com ele trabalhar (supostamente). Ele, que por várias vezes tentou trazer Marco Silva para o Porto e finalmente bateu com a porta. Quem ficou com os NES e os Depoitres, fomos nós.


"Marco Silva nunca foi hipótese" FJM. Certo. Venha de lá então essa primeira escolha. Pelo sim, pelo não, já pedi ao Batatinha para não marcar nada lá para o Natal.


- - - - - - - - - -


Marco Silva estava bem cotada na minha consideração, embora sempre lhe tenha detectado algo na atitude que, para mim, não batia certo. Uma certa arrogância bacoca ou mesmo uns tiques anti-Porto, não sei bem. Nem me interessa. Fez a sua opção e (por mim) JAMAIS voltaria a ter sequer a veleidade de pensar que poderia ser nosso funcionário. Aliás, começo já a imaginar vê-lo ajoelhar perante o nobre Dragão, como outros antes dele. Mas não é por isso que deixarei de pensar que é um treinador com muito futuro.


- - - - - - - - - -


Por falar em telhados de vidro, eis que hoje o nacional-benfiquismo foi presenteado com mais uma pérola.

Se a proposta da FPF for adoptada, o douto candeeiro Meirim vai ser obrigado a instaurar processos sumaríssimos e a considerar como corrupção prendas acima de €200.

Por outras palavras, tudo o que os sem-vergonha fizeram até agora à descarada passa a ser considerado corrupção e todos os "crimes" sem castigo que os sem-vergonha cometeram dentro de campo passam a ser punidos exemplarmente. Treta assegurado, venha de lá a verdade desportiva. É isto, não é?

SEM-VERGONHA!



Do Porto com Amor,

Lápis Azul e Branco




42 comentários:

  1. atenção que as novas regras para punir prendas e actos de corrupção são apenas para as ligas não profissionais e para a taça de Portugal. A 1ª e a 2ª liga podem continuar a ser adulteradas sem punição dos mesmos que as deveriam proteger

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, eu reparei. Mas parece-me que deverá ser também adoptado pela Liga. Mas o que quis realçar foi mesmo a colagem perfeita deste novo regulamento às vigarices candeeiras desta época e anteriores.

      Eliminar
  2. Tcheee esperava mais aqui do nobre estabelecimento! A estrutura do Porto ta com alguns problemas mas neste caso fica ilibada. Infelizmente a maior parte dos Portistas deixaram se enganar pela comunicação social "vermelha". Foi uma verdadeira intoxicação com o M.Silva, digna do Estado Novo. Este treinador nunca foi opção e nunca será enquanto Pinto da Costa for vivo. Basta pensar que o Antero com o peso que tinha dentro do clube não conseguiu q ele fosse contratado no ano passado, e foi talvez uma das coisas q o levou a sair. Agora sem Antero é que iam contratar o homem?! Se pensarem bem como as notícias foram sendo apresentadas vão perceber como o esquema foi montado. O M.Silva estava reunido com elementos do Porto para acertar o contrato, diziam eles, e o homem estava em Genebra numa campanha publicitária. Depois quando viaja para Portugal tem como destino Lisboa e não o Porto, devia ser porque o contrato tava tão certo q foi só o homem ir a casa buscar roupa para seguir descansado para o Porto. Vamos manter a calma porque o Presidente ainda sabe o que faz, não se deixem intoxicar pela comunicação social que é dominada pelo zé orelhas. Calhando o Presidente está à espera que acabe o campeonato italiano ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fábio, percebo a desilusão, mas infelizmente parece que a história não se fez como diz. Não assisti, é certo, mas parece-me que neste caso a teoria da conspiração não se sustenta. Até por relatos vários que fui recebendo. Em todo o caso, não posso afirmar categoricamente se foi ou não, pelo que é uma questão de lógica... E de fé.

      Eliminar
    2. E já agora, o ponto mais importante deste post não é ser fulano ou sicrano, é a administração ser, uma vez mais, apanhada com as calças na mão. Roça o amadorismo, não acha?

      Eliminar
    3. Eu continuo a acreditar na minha teoria, mas só a partir de amanhã é que vamos ver se eu estava certo ou errado ( para quem tiver curiosidade: Domingo às 19:45 na sportv 3 último jogo do P.Sousa). Agora uma coisa é verdade, se vocês e a comunicação social têm razão a estrutura do Porto está mesmo morta e o caso é pior do que se pensa!

      Eliminar
  3. kkkkk é exactamente isso. O ex-treinador do Estoril recusou o F. C. do Porto porque não é um clube aliciante, tal como Rui Santos demonstrou. Paciência, os amadores da administração estão em conversações com a 5ª opção.
    Também para o ano não podem contar com Marco Silva pois este já tem contrato com o super profissional Antero para substituir Jorge Jesus no PSG.
    A verdade vem sempre ao de cima.:)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Curioso que refira a quinta opção, tendo em conta que os últimos quatro foram absolutos flops, escolhidos por esta administração. Isto é que é uma verdade absoluta.

      Eliminar
    2. Ainda estou para saber qual seria a sua opção.

      Estará lembrado que no passado ano mencionei que Rafa estava contratado desde meados de Julho pelo Benfica e que a escolha do Presidente para treinador havia sido Paulo Sousa. Nao sei o que sa passou, mas seguramente o que considera o ultimo baluarte de profissionalismo, teve nuito a haver com a vinda de NES.
      Fiquei muito admirado quando há dias afirmou que Marco Silva seria o treinador, quando, segundo o que julgo saber, essa opção nem sequer havia sido equacionada, por justificadas razões.
      Fazendo fé que o Lápis teria informação privilegiada, cheguei a ponderar que era mais um volte face em que o futebol é fértil.
      Se já tinha sérias dúvidas nas capacidades de Marco Silva e não entendendo o histerismo pornográfico nos média por um técnico que acabava de enviar a equipa que treinava para a 2ª divisão, a sua teoria neste post mais reforça o julgamento que poderemos fazer deste treinador.

      Segundo o Lápis, Marco Silva rejeitou o F. C. do Porto, para treinar um clube que vai lutar para não descer de divisão!!!

      Se as suas qualidades técnico-tácticas ainda poderão ser questionáveis, a sua inteligência, se alegadamente fosse verdadeiro tudo o que tenta fazer-nos crer, estava amplamente demonstrada.

      Se escreveu só para que outros acreditassem, apetece-me perguntar se o Lápis, acredita na verdade na sua narrativa?

      Eliminar
    3. As minhas opções estão ordenadas na imagem do post anterior. Jardim era o meu eleito. Não é possível, como facilmente se compreende. Tuchel também não. Então, passe ao nível seguinte.

      Não vou reabrir o que se encerrou há um ano, mas não creio que tenha sido como diz. Marco Silva foi equacionado e abordado. Como e por quem não interessa. Se rejeitou, não houve acordo ou sintonia, é uma questão de semântica.

      E sim, se não veio antes foi por interferência do mesmo de sempre. O seu futuro candidato, presumo.

      Eu não escrevo para agradar ou desagradar a quem quer que seja, escrevo aquilo que acho que devo.

      Eliminar
    4. Portistas fiquem a saber que a esta hora não estamos a planear a próxima época para jogos com o Leixões, Oriental, Académico de Viseu..., foi porque Alexandre Pinto da Costa interferiu na escolha do técnico e graças a Deus não veio Marco Silva.
      Grande Alexandre Pinto da Costa.Os créditos pelas comissões por uma ida à Liga dos Campeões são mais que merecidos:)))

      Esclarecido, é mesmo a sua opinião e não para "fazer" opinião.

      Eliminar
    5. As suas opções do nível seguinte era precisamente o homem de Carlos Gonçalves.
      O Lápis queria-o para treinador do F. C. do Porto, porque o ex-jogador do Salgueiros 1911, tinha este excelente rácio de vitórias:
      J V
      2016/17 Inglaterra Hull City 22 8
      2015/16 Grécia Olympiacos 46 36
      2014/15 Portugal Sporting 53 31
      2013/14 Portugal Estoril Praia 47 22
      2012/13 Portugal Estoril Praia 36 14
      2011/12 Portugal Estoril Praia 33 18

      Com estes números, entendem-se os motivos da sua preferência.


      Eliminar
    6. Eu já deduzia que a sua adoração era do estilo monár1quico :-)

      No nível seguinte estão 3 nomes, ou só viu um?
      Expliquei no post que algo nele não me agradava, ou também não viu??

      Mas, tudo somado, inspirava-me (no passado) mais confiança do que os do nível abaixo. Não tem a ver apenas com a qualidade, mas com o contexto. Mas eu não escolho treinadores, apenas escrevo numa página pessoal a minha opinião. Posso estar errado! Viva eu!

      Eliminar
    7. Talvez. Daí considerar a bandeira do meu país Azul e Branca, posterior à vitória liberal, ainda a mais bonita. :)
      Mesmo na suposta maior democracia do mundo, também queriam passar o poder entre Clintons, como já o haviam feito com Bushs. Só não o passaram para a secretária Lewinsky, porque ela se dava mal com "microfones". Espertalhaços os kamones.:)))

      Algo (Ferrero Rocher, Ambrósio) em Marco Silva não lhe agradar, já é um progresso. Mas mesmo assim os "malucos" da SAD, deveriam contratá-lo?!?

      Eliminar
    8. Quanto à bandeira, estamos irrevogavelmente de acordo (mesmo, não ao estilo delícias do mar).

      Não me leve a mal, mas eu acho que padece de uma qualquer doença que lhe provoca visão seletiva. Em todo o caso, aproveitando a sua analogio, os treinadores são sempre ovos kinder, a questão é que uns são mais previsíveis quanto ao brinde. Outros são mais como o bolo-rei, não sabemos quando, mas sabemos que vai sair a fava.

      Eliminar
  4. Bem, só sei que a não ser que a escolha seja o Pedro Martins, 1 semana já é tempo demasiado para terem um novo treinador.
    Vai ser como o Peseiro que demorou 3 semanas a assinar, sendo a primeira (coff coff) escolha?

    ResponderEliminar
  5. Apetece-me dizer que já começamos mal a época 2017/18. Lá vamos ter que meter a 4ª ou 5ª escolha.

    ResponderEliminar
  6. marco silva seria sempre um treinador de risco e mais nesta altura, para nos e para ele. A sua ambicao e treinar o benfica e popr isso nada melhor que 2 anos no wat... e depois substituir o vitoria. Hoje para o porto deveria entrar um treinador ja batido, que nao sede a pressoes, que conhece todos os esquemas do futebol, onde esta ele?? e ao preco da cheva?? ranieri? nao seria mal, qual o outro? p martins sera um erro assumido, s conceicao daria animo aos adeptos mas sera que aguentaria as provocacopes sem consequenccias, p soousa? talvez e um gfentlam e nao sei se com esse perfil em portugal se consegue ganhar. NAO SERA FACIL O PORTO NAO E ASSIM TAO APETECIVEL A UM TREINADOR CONCEITUADO, PARA UM TREINADOR EM ASCENSAO SERA UM RISCO SEMPRE NO ESTADO EM QUE SE ENCONTRA O PRESIDENTE E O CLUBE, NO ENTANTO O MAIS IMPORTANTE E COMBATER O POLVO CA E DE FORMA ABSOLUTAMENTE IMPIEDOSA DENUNCIANDO TUDO E TODOS. ESTA EPOCA NUNCA FOI TAO FACIL GANHAR O CAMPEONATO APESAR DA ROUBALHEIRA ASSIM TIVESSEMOS ESTOFO O TREINADOR ESPECIALMENTE E VARIOS JOGADORES.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há muito para fazer em vários quadrantes. Parece que se está a começar do zero.

      Eliminar
  7. Boa tarde a todos os portistas como eu.

    Vamos a algumas considerações:

    1. FcPorto não tem treinador para a época 2017-2018, após saída de NES. Não interessa agora se foi despedido ou se despediu. Mais tarde saberemos...

    2. Marco Silva tal como todos os outros treinadores podem ser hipótese para o FcPorto, logo é normal haver abordagens no mercado para saber as condições. Agora vir dizer que este treinador ou outro recusou o FcPorto é simplesmente absurdo e só pode vir das cabeças dementes de alguma comunicação social de serviço ao clube do regime.

    3. quem pode recusar ou não recusar treinadores é o FcPorto. Dou um exemplo, imaginem que eu preciso de contratar uma secretária. Vou fazer o quê para a contratar? vou ver o mercado, olhar os curriculum´s e marcar entrevistas para depois escolher. É isso que o FcPorto está a fazer para contratar um treinador que sirva os seus propósitos e por isso não posso admitir que venham a público na comunicação social dizer que Marco Silva recusa o FcPorto. Aliás isso só pode ser afirmado e confirmado caso o treinador o tenha dito e até hoje não o ouvi pronunciar-se sobre isso e portanto alguém que faça calar esses me(r)dias.

    4. Concordo que também não é fácil algum treinador que esteja por dentro do nosso futebol vir para um clube que neste momento tem tudo contra ele e é dominado pelo o polvo do poder. Quem quer perder? ninguém. Logo podem- ter medo de se vir queimar num clube que á partida não tem meios para derrotar o polvo e ainda está obrigado a desinvestir e a vender as jóias da coroa por causa do fair play financeiro imposto pela a Uefa. Para vir treinar o FcPorto neste momento precisa de os ter no sítio.É preciso tomates. Marco silva se realmente foi hipótese e recusou então para mim é um daqueles que não os tem tomates para agarrar o touro pelos os cornos.

    5. Quem vier será bem recebido e terá ao seu dispor tudo aquilo que o clube lhe poderá dar e é com esses recursos que terá de mostrar a sua qualidade. Seja ele quem for eu irei sempre realçar a sua coragem em agarrar este barco.

    Saudações Portistas

    11DruL0vic

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meu caro, então a secretaria não se pode escusar se não gostar das condições propostas? Olhe que acontece mais vezes do que talvez imagine.

      Eu acredito mais na versão do vidente, dois anos nos Wathefuck e depois vem substituir o sonso coxo.

      Concordo com a última observação, quem aceitar merece respeito pela coragem.

      Eliminar
    2. Boas Lápis.

      Marco Silva recusar até podia e até pode ter recusado as condições propostas, mas isso não quer dizer que ele fosse mesmo a escolha. Posso fazer a mesma proposta a vários e só no fim escolher um dos que aceitasse. Para mim foi tudo abordagens e o fumo criado era escusado. FJMarques desmentiu que Marco Silva não era hipótese e tenho que concordar com ele, se não vou acreditar em quem lá do clube?

      Bom domingo

      Saudações Portistas

      11DruL0Vic

      Eliminar
    3. Sim, de acordo. Mas o desmentido, naqueles termos, para mim é falacioso. Quanto à pergunta... "trust the Force, Luke". Mais não consigo

      Eliminar
  8. Verde Protector
    Eu acho que o Porto tem muito bons jogadores para todas as posições e, a meu ver, é só uma questão de atitude. É preciso um treinador que os "obrigue a comer a relva". Curiosamente, encaixando neste perfil, Petit desvinculou-se do Moreirense sem aparente alternativa. Veremos se tem algum significado.

    ResponderEliminar
  9. Só quem come gelados com a testa acredita que o marco recusou o PORTO.
    Rocha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desminto. Estou há 20 minutos a tentar e o máximo que consegui foi ficar com a testa congelada e a cara coberta de magnum amêndoas derretido.

      Eliminar
  10. Se recusou o FCP está recusado. O FCP também preferiu o NES no início da época passada. É assim o futebol.

    Mas colocando-me no lugar do Marco Silva (que nem é portista). Vai para o melhor liga europeia. Em Inglaterra respira-se futebol. A maioria dos clubes tem um poderia financeiro superior aos clubes portugueses (três grandes). Um bom trabalho na Inglaterra deixa sempre uma porta aberta. Além disso com um bom scouting em Inglaterra faz-se milagres.
    Em Portugal futebolisticamente falando vive-se num país de 3º mundo. Casos e mais caos e sempre a favor do mesmo. A liga portuguesa tem baixado de qualidade. As equipas secundárias não atraem interesse algum.
    Nestas condições só um portista treinaria o FCP. Fala-se de Claude Puel, mas será a mesma coisa. O campeonato português é pouco atractivo e não progride há "séculos", é natural que tendo propostas de ligas europeias de melhor qualidade recuse o FCP, ainda para mais quando já o podiam ter contratado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Racionalmente, é uma análise correcta. Mas o circo que se montou era escusado. Bastava que o clube o matasse logo à nascença. Não houvesse fogo para lá do fumo...

      Eliminar
    2. mesmo que fosse um incêndio, não deveríamos ter permitido que o circo se montasse. Sobretudo sabendo que a estreia não estava nada segura. E não era nem difícil, nem inédito.

      Eliminar
    3. É muito palhaço por metro quadrado. Se montámos nem que seja uma tenda de campismo, eles aproveitam-se logo...

      Eliminar
  11. Caro Lápis,

    M.Silva não vem para o FC Porto. E então, qual o problema? Nem percebo porque se gasta tempo com isso. Será que foi mesmo contactado? E se foi, em que moldes e quais as verdadeiras razões para não se chegar a acordo? A mim não me incomoda nada e portanto assunto encerrado. Para alimentar esse folhetim em prejuízo do bom nome do FC Porto, já basta os argumentistas de uma CS sectária e tendenciosa a que nós Portistas tínhamos obrigação de estar imunes. Como simples e fiel adepto do FC Porto e apesar dos últimos 4 anos, resta-me acreditar que "...o presente é de esperança e o futuro deve ser de orgulho daqueles que no passado escreveram a história do FC Porto" conforme sublinhou Pinto da Costa no seu discurso, ontem, no jantar evocativo dos 30 anos da noite gloriosa de Viena. E assim farei. Qual a alternativa??!!

    Um abraço e...

    FC PORTO SEMPRE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora já não é assunto, quando escrevi o post era. Menos pelo indivíduo do que pelo processo o do que isso diz do desnorte actual. É isso que me preocupa. A confiança já a perdi. A recuperá-la, terá de ser por mérito de quem também já o perdeu.

      Eliminar
    2. Caro Lápis,

      A sua preocupação é legítima e, estou certo, extensível pelo menos à esmagadora maioria dos Portistas. Quanto à sua perda de confiança é um estado perfeitamente respeitável.
      Acontece, que aquela é uma opinião que apenas a mim responsabiliza enquanto simples adepto e nessa qualidade sem qualquer interferência nos destinos do FC Porto. Portanto, não tenho alternativa senão acreditar e não contribuir para qualquer situação que ponha em causa o bom nome do FC Porto. Acresce que Pinto da Costa renovou o seu mandato legitimado pelo votos dos sócios que se predispuseram a votar e porventura, não tem culpa da falta de alternativas ao seu projecto. Assim sendo volto a perguntar: Que alternativa tenho senão acreditar de boa fé?!

      Um abraço e...

      FC PORTO SEMPRE

      Eliminar
  12. Não há margem para novo erro na escolha do treinador. O futebol português vive num antro de corrupção e mentira que é comum a todas as instituições que regem o futebol. Árbitros e CD são os expoentes desta nova (des)ordem. O polvo tudo domina e a campanha para o penta já começou a ser feita por uma CS que branqueia tudo que seja que beneficie os vermelhos. Quem devia estar na final da taça era o Estoril mas alguém se preocupa com esse roubo? Claro que não. Se fôssemos nós a estar lá devido a essa maneira fraudulenta imagino o que se diria neste dia.
    Por tudo isto o nosso futuro treinador tem de ser alguém superior e que não precise agradar nem ser subserviente ao poder vermelho, como foi o incompetente treinador anterior. Só vejo um estrangeiro com currículo e com provas dadas da sua competência para assim poder falar sem medo sempre que nos roubem,e não duvidem que o vamos ser de novo. É esta a minha opinião e julgo que seria a melhor solução.
    Ontem vi e ouvi o discurso de PC na comemoração dos 30 anos de Viena. De facto a idade não perdoa e acho inadmissível quem o rodeia não se aperceber da sua actual debilidade. É confrangedor ver o que ele era e o que é atualmente. Como pode um homem com as suas fragilidades actuais ser capaz de combater o poder instalado? A culpa é nossa pois somos uma massa associativa acomodada e que mesmo vendo o clube afundar-se quer desportiva quer financeiramente assobia para o lado. Pinto da Costa não merece ser mais tarde recordado como aquele que tudo nos deu e tudo nos tirou. Acordemos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já há cura para os sonambulos.

      Eliminar
    2. Viva Francisco

      Concordo com todo o diagnóstico da doença, menos com a cura proposta. Temo que um treinador estranjeiro demore demasiado tempo a perceber onde aterrou, e mesmo para que isso aconteça alguma vez, é preciso que esteja disposto a perceber - coisa que não aconteceu com o lorpa basco, para não ir mais longe.

      Não vi nem ouvi o presidente, mas sei que concorreu sozinho a eleições, pelo que será o menos culpado de as ter ganho. A culpa é mesmo nossa. Receio é que a tal cura que o carao Anónimo sugere ainda não exista - ou existindo, seguramente ainda não foi distribuída pela maioria dos sócios.

      Eliminar
  13. Saudações Portistas

    Gabo-lhe a inteligência, discernimento no que toca as análises que faz.

    Sou portista "doente", mas não acéfalo, e o seu blog é um dos poucos afectos ao FC Porto que leio.

    É independente (e só isso já merece um prémio nos dias de hoje), lúcido, bem informado e assertivo.

    O reinado (sim, é um reinado, para não dizer ditadura) Pinto da Costa perdura, apesar da podridão, sustentada numa estratégia de comunicação agressiva e fanática (J. Marques) e um braço armado (S.D.) e uma turba de blogueiros e comentadores anónimos pró-sistema.
    Provavelmente são pagos em dinheiro (em notas de quinhentinhos), ou em bilhetes, ou em cedência de instalação para reuniões de bluogosfera (como alguns dizem).
    O declínio do nosso clube é tão evidente quanto irreversível. A questão do treinador é um "fait divers" no meio da incompetência, nepotismo e gestão danosa que grassa no seio do nosso clube.
    Antero (com todos os seus defeitos) foi-se embora e porque lhe aconteceu o que acontece a 99% das pessoas normais (não atura um atrasado mental como o filho pródigo a boicotar e a encher-se à custa do Porto).

    Parilhamos do Portismo, da lucidez, masg Gabo-lhe, e muito, a paciência para lutar contra esta corja que se apoderou do nosso Porto.

    Um grande Abraço

    José

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva José

      Agradeço os elogios, mas como por certo esperaria de alguém independente, não será por eles que deixarei de lhe dizer o que penso.

      E neste caso, penso que não me revejo em muitas das suas convicções, porque claramente excessivas e talvez injustas.

      Sou crítico da gestão recente do presidente e sua administração, conforme fica fácil de concluir, mas nem por isso me permito extrapolar para lá do razoável e muito menos insultar as pessoas.

      Publico a sua opinião (naturalmente, como publico as de um qualquer acérrimo defensor de Pinto da Costa), mas não me revejo na sua linguagem que claramente me parece excessiva. Por pontos:

      - Reinado ou não, o facto é que há eleições e, de entre todos os elegíveis, apenas Pinto da Costa se candidatou; Não concordo com quem pensa que a culpa de não haver outros candidatos é do presidente. É mesmo de quem não se candidata.

      - Pese algumas discórdias pontuais, aprecio o trabalho que FJM tem desenvolvido no clube. As coisas boas excedem por larga vantagem as más.

      - Os SD - ou melhor, meia dúzia deles - são sim um problema com que o Clube terá de lidar, mais cedo ou mais tarde. Mas insisto sempre que o grosso da claque são Portistas indefectíveis, com mais ou menos defeitos, mas que querem sobretudo acompanhar e apoiar as nossas equipas. Se hoje extravasam as suas "competências", a culpa não será essencialmente deles.

      - Quanto aos bloggers, nem entendo, confessso. Os poucos que conheço não recebem nada, apesar da expressão que alguns até têm na comunidade Portista. E se o Dia do Clube foi finalmente "em casa", da minha parte só merece elogios essa atitude.

      - Por último e mais importante: o declínio é evidente mas NUNCA irreversível. São tempos difíceis para se ser Portista, sobretudo pelo sentimento de vítimas de um roubo de catedral que desfila impunemente nesta sociedade doente pelo nacional-candeeirismo, perante a incapacidade de quem nos lidera de o evitar, mas também pelos erros que se têm cometido na gestão do Clube. No entanto, o Clube é nosso, dos sócios, e só nós poderemos alterar o rumo dos acontecimentos. E podemos.

      O treinador é importante, o erro terá sido acreditar que não é. Antero teve um percurso muito relevante no Clube e deve-lhe ser reconhecido também parte do mérito pelos sucessos e demérito pelos insucessos. Sem ingratidão nem endeusamentos.

      O único ponto onde o acompanho sem hesitar é na questão do filho pródigo, para mim uma vergonha a todos os títulos.

      Eu luto pelo Clube, através do que escrevo e algo mais, mas apenas pelo Clube. Ser contra alguém, será apenas circunstancial e porque necessário a essa defesa.

      Um abraço Portista e volte sempre, sem mordaças mas com contenção nas adjectivações (por favor)

      Eliminar
  14. É portista sim senhor.
    Esses malandros só ganharam Ligas dos Campeões e Ligas Europas sempre com as malas de quinhentinhos. Há dúvidas?
    Allô Janela!!! Manda textos.

    ResponderEliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.