Do Porto com Amor: Expresso Curto, Inveja de Longa Data

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Expresso Curto, Inveja de Longa Data


"Estaria Bruno a pensar que ainda jogava no FC Porto, no início do século, com os árbitros desse tempo? Ou julgava que já tinha voltado a jogar no FCP, com os árbitros de hoje?"


Se Mestre Yoda o diz, está dito!


É desta forma que o senhor Miguel Cadete, Director-Adjunto do Expresso (doravante "o imbecil": que ou o que é fraco de espírito = IDIOTA, PARVO, TOLO), aborda na newsletter Expresso Curto de hoje a expulsão de Bruno Alves contra a Inglaterra.

Não está obviamente em causa a justeza da crítica ao desvario de Bruno Alves, que num dos seus momentos de paragem cerebral, deixou a equipa a jogar com 10 sem que nada o justificasse. Talvez até possa servir de "referência" a quem estiver por esta altura apostado em contratá-lo.

Também não faço ideia se o referido imbecil gosta ou não de futebol, se é ou não adepto de um clube (embora suspeite), mas o certo é que conseguiu numa única frase reavivar todo o esplendor do espírito do Estado Novo e dos gloriosos e geométricos tempos do Sporting Lisboa e Benfica, em que o campeão era decidido por decreto e repartido entre Benfica e Sporting através de um rácio perfeitamente definido.

O imbecil reportou-se ao FC Porto do "início de século" sem especificar, pelo que fiquei na dúvida se se referia logo aos primeiros anos, em que curiosamente também atravessamos um deserto de três anos sem ganhar o campeonato (imenso para os portistas, insignificante para os demais adeptos), em boa parte graças à influência das (más) arbitragens; ou se pretendia já incluir as nossas vitórias na Taça UEFA e Liga dos Campeões - coisa que o imbecil nunca teve o privilégio de ver o seu clube conquistar, seja ele qual for. Em todo o caso, não estaria a falar de Bruno Alves, que apenas se fixou na equipa principal a partir de 2005/6.

Mas a gravidade maior das suas declarações encontra-se na nauseabunda insinuação de que o Porto venceu à custa dos árbitros (desse tempo... e de hoje, pasmem-se!) ou, no mínimo, era ilicitamente por eles ajudado, nomeadamente no capítulo dos perdões disciplinares. E aqui volto a sentir-me confundido. Afinal, qual foi o clube vítima da diarreia de sumaríssimos que o afastou da luta pelo título? E qual foi a equipa que ficou privada de dois dos seus jogadores por largos meses (um deles, o mais influente da equipa) para à posteriori ver esses castigos reduzidos a meia dúzia de jogos de suspensão? Aguardo pela resposta, prezado imbecil.


Aviso de Segurança: pode ter efeitos hipnóticos sobre diversas espécies de imbecis


Eu bem sei o que o(s) apoquenta. O que, por muitas taças e tris pré-fabricados que festejem, lhes enche o sapato de pedregulhos e lhes dá urticária nas partes baixas. Eu bem sei. Mas é um sentimento muito feio, menino imbecil - os seus paizinhos nunca lhe ensinaram que é feio ser invejoso? 

E ao contrário do que estão apostados em conseguir há tantos anos, uma mentira repetida muitas vezes nunca se transformará numa verdade. Pelo menos enquanto não formos todos uma manada de boçais, como alguns gostariam (aposto que por afinidade).


Fica também o meu alerta para o Director do Expresso, na expectativa de que, ao contrário do seu adjunto, tratando-se de uma pessoa correcta e de um profissional responsável, apresente de imediato um pedido de desculpas a todos os portistas em nome da publicação que lidera. Vindo de um assumido benfiquista ferrenho (que cumprimento em sadia rivalidade), será ainda mais relevante. Se não o fizer, estará a dar cobertura ao seu imbecil-adjunto e a corroborar as suas calúnias.



Do Porto com Amor




6 comentários:

  1. Obrigado pela partilha, Lápis.
    Isto é patético, vamos ver qual a nossa reacção.
    abraço,
    bms

    ResponderEliminar
  2. Não oh Cadete, o Bruno pensou que era o Maxi, a jogar no 5LB com o Paixão. Foi-se a ver, era mesmo o Maxi. A jogar no FCP, com o Paixão. E o Capela. E o Xistra. E o Martins. E o Almeida. E o Verissimo. E o transatlântico de putas que te pariu. Paneleiro do caralho! Ai, espera, do carago. Desculpa lá Lápis. É o que dá não teres admissão reservada ;)
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora bem, Sr. Silva.
      Esse imbecil, nem merece ser tratado com tanto respeito.

      Eliminar
  3. Ele estava a falar do Renato Sanchez.
    O FCPORTO insiste em não defender-se e como tal vai continuar a levar "porrada".

    ResponderEliminar
  4. Também... vindo de um director de um jornal que apenas é bom para embrulhar peixe, não é coisa que se deva dar muita relevância.

    ResponderEliminar
  5. De expresso para a Fertor. Espero que o nosso Porto reaja. Espero, digo eu...

    Abraço

    ResponderEliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.