Do Porto com Amor: Hoje joga o Porto! (vs Benfica)

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Hoje joga o Porto! (vs Benfica)


Um problema inesperado a dificultar a tarefa que se prevê complicada mas inadiável: vencer para encurtar distâncias e manter legítimas aspirações de conquistar o campeonato.


Bruno Sousa

A má construção do plantel (e a não-correção do erro em janeiro) ficam visíveis do espaço a olho nú neste momento crucial da época. Quem dos (apenas) 3 centrais que constituem o grupo 2015/16 tira um lesionado e outro proscrito, fica com... Chidozie ou Danilo para acompanhar Indi no eixo da defesa.

Nenhuma das duas soluções me agradam especialmente, mas não é por achar que farão pior trabalho do que qualquer um dos ausentes. Não senhor, que desses não sinto falta nenhuma. É por motivos diversos.

Optar por Danilo a central na Luz significa retirá-lo da posição onde mais e melhor pode dar à equipa. Para agravar um pouco mais a situação, Danilo será possivelmente o jogador em melhor forma. Bom se pensarmos que se pode superar a central, mau considerando que deixará de estar no meio campo a travar as investidas vermelhas e a assumir o início das nossas.

Lançar Chidozie às feras num jogo tão exigente é um risco duplo. Para a equipa, que se pode ver reduzida a 10 num ápice por imprudência "natural" da impetuosidade e inexperiência do nigeriano. E para o próprio, sabendo-se o efeito que uma má prestação poderá ter no desenrolar da sua carreira. Se for o jovem central o eleito para a Luz e o jogo (lhe) correr bem, ganharemos uma nova solução para o centro da defesa. Se correr mal...

Problema bicudo para José Peseiro. Penso que tudo se resume à fé que o treinador (e direção) tenha em Chidozie. Se de facto acreditam que possa estar pronto para o desafio, que o lancem. Se duvidam, talvez seja melhor Danilo amanhã.

Por outro lado, a alteração forçada no centro da defesa poderá levar a que este quarteto caia na tentação de se proteger contra investidas nas suas costas recuando a linha defensiva. O que seria quase de certeza um erro fatal. Jogue quem jogar, parece-me fundamental que Peseiro vinque bem esta questão ANTES do jogo. Defender subidos e compactos, sem deixar espaços "fáceis" entre linhas.

E há ainda uma outra questão, relacionada não com este mas com o jogo seguinte: nem Danilo (castigado) nem Chidozie (não-inscrito) estarão disponíveis para Dortmund. Mas isso já são contas de outro rosário.

À parte deste problema central, espera-nos um jogo complicado num ambiente divertido.

Com Maxi a canalizar 99% das atenções encarnadas (e que a sua experiência fará certamente com que as devolva para onde o sol não brilha dos respectivos), os demais jogadores poderão ter mais facilidade em abstrair-se do cenário e focarem-se em exclusivo nas suas tarefas dentro de campo.

Será um jogo bom para Corona se mostrar. Brahimi terá vigilância muito mais apertada e com isso abrirá espaços para os mexicanos (Layún além de Tecatito). Espero também ver ressurgir a imensa alma de André, dado que tem andado um pouco desaparecida. E sonho ainda que Herrera ficará no banco, mas sei bem que me estou a iludir. E também que Abou esteja um pouquinho menos perdulário...

Consigo visualizar sem esforço uma vitória na Luz. Já as condições para a conseguir talvez sejam um pouco mais complicadas de garantir:

 - uma equipa de arbitragem isenta e inspirada

 - uma equipa concentrada, corajosa e solidária

 - um treinador inteligente, matreiro e audaz


Mas que é possível, é. Perfeitamente. Aliás, não será nada de extraordinário. Muito saboroso mas nada de extraordinário.

O meu onze para ganhar:



Este é mesmo decisivo. Para nós, claro. Creio até que o empate não será um resultado que Rui Vitória descarte a dada altura do jogo, se este estiver equilibrado e for forçado a arriscar para tentar vencer. Já nós não nos podemos dar a esse luxo. Se queremos ser campeões, temos que vencer. Empatar servirá apenas os interesses do Sporting. Perder significa começar a estar atento aos resultados do Braga.

Não vale a pena continuar a fazer de conta que matematicamente ainda será possível. Porque mesmo sendo-o, não o será.

Eu vou lá estar. Incógnito, no meio deles, como tanto aprecio. Espero conter-me quando fizermos o 0-3.

Vamos a eles c@r@lho! Com tudo o que temos. Com tudo o que somos!


Do Porto com Amor



15 comentários:

  1. Esta sad do equipamento café não defende o clube e tem uma política de contratações absurda (Adrian Lopez, Imbula, Lopetegui).
    Eu só espero que esta derrota histórica que vamos sofrer na porta 18 ponha fim a esta direcção eivada de PODRIDÃO, para que assim possa renascer O MEU, O TEU, O NOSSO FCPORTO.

    Luís (O do Nuno Espírito Santo, Pedro Martins, ou Lito Vidigal)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhh, nada como o positivismo para nos encher de confiança! :-)

      Eliminar
    2. As nossas desculpas a esses senhores todos.
      Estamos podres mas disfarçamos bem.

      Eliminar
  2. Pff o 0-3. O problema vai ser o quinto (Brahimi, para registo). Quero vê-lo a ficar quieto e calado nessa altura...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ao quinto já estarei sob escolta policial, espero que razoavelmente intacto. Mas de qualquer forma a balbuciar ruídos incompreensíveis, talvez até amparados por um colete branco vestido de frente para trás :-)

      Eliminar
  3. Caro LAeB,

    Que o momento por que passa o FC Porto não é nada tranquilizador, é por demais evidente. Que a lesão de última hora de Marcano acrescenta mais um problema, que se dispensava naturalmente, obrigando por certo José Peseiro a reformular os planos ou estratégia, como queiram, para o jogo, também entendo que sim. Portanto, teremos à partida poucos motivos para optimismos. Todavia, quem morre de véspera costuma ser o perú, mas nós somos Dragões carago, e assim sendo vamos a eles que até os comemos.

    Ah! O caro LAeB espera conter-se quando fizermos o 0-3, pois eu contento-me, e de que maneira, se "apenas" vencermos.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo caro Fernado, hoje não há épocas falhadas, plantéis desequilibrados nem lesões. Ou melhor, há. Mas têm que ficar em suspenso até depois do jogo.

      Porque hoje só pode ser para ganhar. Goleando se possível. Ou por um, no último minuto e em fora-de-jogo, se necessário. Tanto faz, desde que ganhemos.

      Vamos a eles carago!

      Eliminar
  4. Infelizmente (hoje) não vou. Prometi que não metia mais o pé naquela espelunca desde que fomos "tratados" daquela forma no parque. Ainda me mordo até hoje. Deveria ir... estou bastante gripado com tudo o que isso tem de bom.
    Quanto ao jogo em si, concordo com a análise mas não com o 11. Acho que não joga o Sérgio. Apostaria mais no Marega com o Brahimi a 10. Mas lá está, isso era arriscar um bocadinho mais. Vai jogar o ________ do Herrera. Quanto ao resultado: tudo é possível, inclusivé o pior dos cenários. Já sabes que, para mim, desde que a pele e os ossos fiquem em campo (partidos do lado do adversário) fica sempre a sensação de jogo cumprido. Essa entrega e esse querer têm de estar lá. Analisando friamente: acho que vamos entrar com medo e eles confiantes, sobranceiros, fdp etc. Temos de contrariar logo no início, e fazer um daqueles jogos que nos faz arrepios na espinha ao revê-los, e que nos faça sentir a emoção, aquela que até quase escorre uma lágrima de alegria. São estes jogos senhores, é nestes que temos de mostrar que somos os melhores. É nestes que eles sentem a vergonha de usar aquele símbolo de galináceo. É nestes que os associados deles saem com um melão tal que dão a época como perdida. Temos de correr mais. Temos de correr muito mais que eles. Temos de querer mais que eles. Temos de ser mais que eles a cada segundo do jogo. Temos de provar que somos os melhores, e porque somos os melhores, desde o apito inicial. Porque é nestes momentos que ou nos unidos ou somos retalhados. Força rapazes, se não poderem ganhar, pelo menos que vençam. Give them nothing but take from them everyyything!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acabei de ler o comentário e tive que sair do escritório para bater com os punhos no peito e gritar como o Tarzan: AAAAAAHHHHHHHHH! VAMOOOOOOOOOOOS!

      Só espero que haja alguém com esta eloquência dentro daquele fdp de balneário e lhes enfie este espírito do Dragão pelas cabeçorras a dentro. C@R@LHOOOOOOOOOOOOO!

      Eliminar
  5. Esta "oportuna" lesão de Marcano é mesmo mel na sopa. Os caramelos que lá se iam comprar eram bem melhores que estes jogadores :)
    O seu desespero por Herrera é directamente proporcional ao meu por André André e Ruben Neves, ainda para mais jogando os dois!!!!
    Eu jogaria com Chidozie para termos alguém naquele meio campo (Danilo).
    A minha equipa seria: Helton, Maxi, Indi, Chidozie e Layun; Danilo Herrera, Evandro e Brahimi; Suk, Marega
    O André André entraria no 1-3 quando precisássemos de Bracalizar.
    Boa viagem ao salão de festas e traga de lá mais uma vitória, comme d'habitude.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ficou longe de levar a equipa B :-)

      Bem sabemos qual será o onze, logo se verá o que o jogo pedirá mais.

      Enfim, fui.

      Eliminar
  6. Fácil, comme d'habitude.
    Ganhar só por 1 golo é quase uma derrota, mas atendendo que estamos em crise, aceito :).
    Abraço Portista

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito bom, muito bom mesmo. Crónica já publicada. Até já.

      Eliminar
  7. MUITO, MUITO, MUITO, satisfeito por me ter enganado.
    Tivemos EFICÁCIA, SORTE, um GRANDE Casillas, 13 GUERREIROS e um VERDADEIRO TREINADOR.
    Contudo, como felizmente não dispomos da propaganda jornalística, sediada na porta 18, a criar falsas ilusões, TEMOS DE MELHORAR.
    Os AZUIS E BRANCOS deram muito espaço entre a defesa e o meio campo.


    Luís (O do Nuno Espírito Santo, Pedro Martins, ou Lito Vidigal)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas o fundamental foi conseguido, ganhámos. O resto virá a seguir, tal como a renovação da sua fé :-)

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.