Do Porto com Amor: 100 Horas Depois...

sexta-feira, 27 de maio de 2016

100 Horas Depois...


... da final da Taça, continua tudo na mesma. Pelo menos, no que é de domínio público.

E é difícil de acreditar que havendo alguma resolução, ela não tenha ainda sido tornado pública. Refiro-me ao novo treinador do Porto, obviamente - a decisão mais importante que Pinto da Costa e a sua administração têm para tomar no que concerne ao nosso futuro próximo.


"Não há nada para ver aqui"


Recuemos alguns meses, até ao despedimento de Lopetegui.

Disse-o antes, disse-o depois e volto a dizê-lo agora: Lopetegui deveria ter sido dispensado no final da temporada passada. Não o tendo sido, deveria ter sido "obrigado" a ficar até final desta época, salvo se houvesse já um novo treinador assegurado - um treinador para finalizar a época em modo "controlo de danos" enquanto preparava a próxima (e seguintes). Não havendo e tendo Lopetegui sido (principescamente) despedido, Pinto da Costa cometeu um erro duplo.

José Peseiro foi uma solução de recurso, para não dizer de desespero. Posso imaginar sem dificuldade que na altura tenham sido feitos contactos com vários outros técnicos e que por um motivo ou por outro, não se reunissem as condições para que viessem de imediato para o Porto. Ou pelas cláusulas contratuais ou por estarem envolvidos em conquistas importantes ou por ambas.

Entretanto veio Peseiro, que até não começou mal (mesmo sendo baixa a expectativa), mas por alturas do pós-eliminatória com o Dortmund, já deveria ser mais do que evidente que o homem não servia para o Porto. Se para mim era, certamente que para Pinto da Costa e seus pares também.

E como bom gestor que sempre foi, só posso conceber que desde essa altura, mais semana, menos semana, tenha iniciado de imediato o processo de selecção do novo treinador, seguido do seu recrutamento. Refiro-me apenas ao presidente porque desde sempre que fez questão de assumir sozinho essa pasta. Relembro que o jogo da segunda mão se realizou a 25 de Fevereiro, há três longos meses atrás.

A época avançou, sempre de fundo em fundo até ao abismo em que finalmente nos deixamos cair no passado domingo. 

Eu não esperava outra coisa que não fosse o anúncio do novo treinador na segunda-feira seguinte, há 3 dias atrás. Tivesse Peseiro ganho ou perdido a Taça, o seu destino e o do clube já tinham que estar perfeitamente traçados. Entretanto já passaram 100 horas e... nada. Absolutamente nada.

Será possível que tenhamos mesmo caído num grau de amadorismo tal que, no momento em que escrevo estas linhas, ainda não esteja contratado o treinador para a próxima época? Se está, por que raio não é anunciado? Só posso concluir que não está.

É mais um golpe terrível em quem, como eu, teima em manter a esperança num último acto de glória e numa saída triunfal de Pinto da Costa. Depois da sucessão de entrevistas, confiei que se iria passar das palavras aos actos. Voltei a acreditar. Ainda não desisti, mas confesso que começa a ficar difícil.


Os meus two silly cents




-----------------------------------------------


Segue-se um acto de serviço público.

O jornal A Bola é liderado por dois crápulas (um deles em especial), que são coadjuvados por uma trupe de aspirantes a crápula. Esse maltinha reúne-se diariamente em modo brainstorming para escolher a melhor forma de tentar prejudicar o Porto nesse dia. É uma espécie de ritual, de profissão de fé, a que religiosamente dedicam uma parte das suas odiosas vidas. Todos sabemos que 95% do seu tempo é gasto a cozinhar a eterna propaganda benfiquista, pelo que 5% é o máximo a que "podemos aspirar". Ainda assim, consta que são 5% à Porto - de luxo, portanto.

Portanto, tudo o que lerem (ou virem e ouvirem) vindo de lá sobre nós, em especial se vier na capa, já sabem que apenas tem um objectivo: prejudicar o Porto. Nada interessa se é verdade ou mentira, se o destaque é sobre o Porto ou sobre um dos rivais. Nada. O objectivo é que conta. E é sempre o mesmo. De mim, levam um fardo de palha e um copo de água - parece que ajuda ao funcionamento do intestino, em especial o delgado.



Do Porto com Amor

 

11 comentários:

  1. Ou o nosso Presidente já trabalha na proxima epoca a varias semanas, já têm treinador apalavrado e por uma razão ou outra ainda não divulgou o nome, que por sua vez já têm bem definido os jogadores a contratar (tipo o Rafa já ter dado o sim ao Porto, e haver jogadores envolvidos na troca e por isso as negociações ainda não terem terminado, talvez por isso o Benfica venha a desmentir estar interesado no Rafa) e está tudo bem encaminhado... Ou ainda nada está decidido, ninguém sabe muito bêm quem contratar, seja jogadores ou treinador, e ai só posso achar que o Porto está falido ou já ninguém têm muito interesse ou vontade de resolver a situação. Vamos esperar que o nosso Presidente não esteja assim tão mal. Quanto aos treinadores, não meteste um nome que apesar de ser um risco, esteve nomeado para treinador do ano,parecido com o Bielsa, duro, mas não tão doido: Jorge Sampaoli.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A evidência aponta para a segunda hipótese, ainda que no meio de ambas possa estar a realidade. Não duvido que saibam quem querem e que tenham uma pequena lista de candidatos, ordenados por preferência. Mas o que parece é que ainda não conseguiram "convencer" nenhum deles. E isso é que é grave, se for mesmo assim, termos tanta dificuldade em contratar o treinador desejado, sabendo-se que não se trata de Mourinho ou Guardiola.

      Ainda não tinha visto o nome de Sampaoli associado ao Porto, conheço minimamente o seu trabalho no Chile e pouco mais, pelo que o juntaria a Vítor Pereira e Paulo Sousa (ainda que por motivos diferentes).

      Abraço portista

      Eliminar
  2. Sabes qual é meu problema com o AVB? Quem é o adjunto. Já com o Vitinho, oeu problema é quem lidera. Juntos são um poema... :)
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, também me parece que juntos são mais do que a soma das partes. Mas obviamente não acredito que voltem a formar dupla.

      Eliminar
    2. Não enquanto manager e treinador, seguramente. Mas combatente cargo a vagar na SAD... ;)

      Eliminar
    3. Eu ate tinha um orgasmo com a possibilidade de AVB a director desportivo e VP a treinador. AVB com responsabilidades de comunicacao, scouting e formacao. VP encarregado do treino (ele e adjuntos escolhidos por ele) de todas as equipas do FCP.

      Infelizmente e um sonho sem hipoteses...

      Eliminar
    4. Eu adorava ver o Tuchel, mas essa hipotese tem a mesma probabilidade que o Guardiola!!!
      Outros que gostava mas sao impossiveis: Joachim Low, Sarri

      Concordo com Sampaoli - ate diria melhor que Bielsa porque nao e tao rebelioso e arriscado

      Nao percebo porque VP ou Paulo Sousa estao abaixo de Jardim, Marco Silva, etc - a nao ser que eu esteja a perceber mal a tabela.

      Ultimo pensamento - Espero que toda esta gritaria sobre um novo treinador nao resulte em contratar um que seja mais fraco que Peseiro - tipo sergio conceicao. Treinadores bons, que percebam o contexto da liga portuguesa (ter que ganhar 80% dos jogos) e que aceitem vir para aqui contam-se pelos dedos de uma mao e ainda sobram dedos...

      Eliminar
    5. Já vem tarde a resposta, mas ainda a tabela reflecte a minha perspectiva sobre os diversos nomes. Neste momento, preferia Marco ou Jardim a Paulo Sousa e VP.

      Focando-me nos dois últimos, VP é um "disco riscado", que teve fundamentalmente sorte em ter sido duas vezes campeão. E esse mito de ser ele o treinador e AVB o psicólogo, para mim não passa disso mesmo. Quanto a Paulo Sousa, gosto da ideia (sobretudo agora), mas o contexto actual e a sua longa ausência do nosso futebol levam-me a pensar que seria uma incógnita a forma como iria lidar com a coisa. Por oposição aos dois primeiros, que saíram há pouco de cá.

      Competência tem todos.

      Eliminar
  3. Ó Lápis escreve aí a tinta azul o nome do novo treinador do FcPorto. Claude Puel

    ando a dizer isso à dias mas ninguem acredita.

    é a melhor opção para o FCPorto. Uma jogada de mestre do nosso Presidente.

    esse Puel é uma máquina, transforma Carlos Eduardos e Ricardos Pereiras em super jogadores.É só ver adaptação do nosso Ricardo a defesa esquerdo.

    espero não estar enganado mas o homem deixou o Nice para abraçar um projecto ambicioso.Os dados estão lançados.Escrevam o que eu digo.

    Saudações Portistas

    11Drul0vic

    ResponderEliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.