Do Porto com Amor: Amadores

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Amadores


Um gajo bem tenta. Perante todas as evidências, acumuladas umas atrás das outras e num único sentido, um ser minimamente pensante esforça-se como o carago para deixar a razão de lado e continuar a acreditar. E pronto, lá acredita.


Bem-vindo ó... como é que te chamas mesmo?

Os indícios continuam lá, para quem quiser ver. Mas eu, tu, nós - os que amámos o Porto de forma incondicional - preferimos não olhar. Somos capazes de ir dar uma grande volta só para não nos cruzarmos com eles. E vamos mesmo. 

Começamos sempre pelo passado glorioso (suspiro) e pela obra imensa do presidente mais titulado do mundo. É sempre este o ponto de partida da nossa volta ao bilhar grande. A estação de Campanhã do Portismo. Daqui normalmente aproveitamos para ir revisitar o passado antes deste passado, como que dando ainda mais brilho ao feito imenso do nosso maquinista. Éramos bons rapazes e éramos comidos. Até que chegou o Mestre, pela mão do presidente. E começamos a ser maus e a ganhar.

Depois seguimos viagem, parando nas estações de Viena, Gelsenkirschen, Dublin e Tóquio. Quanto brilho, quanta glória. Pelo caminho e entre estações, o penta, os tetra, os tri e as taças (super ou normal).

E depois... um túnel, escuro como a noite sem luar, sem nenhuma luz e nenhum fundo. No meio da escuridão, ouvem-se gritos, sussurros e apelos à calma. Da telefonia do comboio azul e branco vão saindo mensagens, repetidas, anacrónicas, gastas. "Está tudo bem, nós sabemos para onde vamos. O fim do túnel fica já ali, após esta curva tramada".

E eu, no meu lugar de passageiro, sigo viagem túnel adentro. De olhos fechados, a sonhar com novas glórias que façam jus às pioneiras. Nada. Mais adiante, o sonho aprende a ser humilde e o desejo passa a ser apenas o do regresso à hegemonia nacional. Nada. 

Uns intermináveis momentos depois, já não há espaço para sonhos. Os olhos reabrem-se, mesmo sem nada poder ver, e um único pedido borbulha na minha mente:  

Se não puderem mais nada, pelo menos sejam dignos do Porto. Tenham brio e sejam agradecidos por terem a oportunidade de continuar a representar o Porto. Sejam profissionais.

Nada. Depoitre foi contratado mas não pode jogar no playoff. Situacionistas e revolucionários encontrarão sem dúvida argumentos opostos a justificar e a exacerbar o sucedido. Quanto a mim, sobra-me isto: amadores. E todos sabemos bem que não o são. 


Cronologia de um clube amador:

1 - Depoitre é reforço dos Dragões

2 - Depoitre: “Estou preparado para ajudar a equipa”

3 - Pinto da Costa: “Esta foi uma escolha do nosso treinador”

4 - Conheça os Dragões inscritos no play-off da Champions

5 - Poder físico e golos

6 - Esclarecimento


Duas notas finais:

- Para lá desta argolada, já incomodava o discurso requentado de que o jogador é escolha do treinador. Se tivesse sido o Luiz Adriano, como Nuno desejava, sempre gostava de saber se lhe dariam o mesmo "crédito".

Sigo no comboio (como poderia não seguir?), a fazer grande esforço para rapidamente conseguir ignorar mais este evidência e voltar a sonhar com a luz ao fundo do túnel. Que chegará, ninguém duvide - falta saber se ainda com estes protagonistas.



Do Porto com Amor 



19 comentários:

  1. Como tinha dito parece que andamos a brincar aos clubes.
    A malta bem se esforça a defender o clube fora da barricada da bluegosfera mas depois enfiam-nos destas sem desculpa possível. Qual clube de bairro?!

    Qual será a próxima estação de um comboio quase fantasma?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que seja a da fase de grupos da Champions. Quero acreditar nisso.

      Eliminar
  2. Aqui se coloca a velha questão!!
    Será que a luz ao fundo do túnel não é o comboio que vem na nossa (deles) direção?
    É triste quando estamos "vazios por dentro" e mais triste é quando "não o vemos" (ou não queremos ver)
    Ab

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por enquanto, nem sequer vejo luz nenhuma. Tudo negro. No meio da escuridão, rezo para que o túnel tenha duas linhas, uma para cada sentido. Just in case...

      Mas mais negro ainda é não haver quem se apresente a eleições, para além dos incumbentes. Demonstra bem o estado em que estamos. E a dificuldade que teremos para sair dele.

      Eliminar
  3. Eu ainda não sei bem o que pensar... Se já o jogador era um ilustre desconhecido, sem créditos firmados quer de promessa confirmada, de promessa, ou sequer de potencial promessa, o que dizer disto a seguir? Dá a parecer que foram buscar este gajo porque não tinham mais ninguém para ir buscar, e que depois se lembraram que se o inscrevessem, já não podiam inserir mais ninguém... É que nem sei mesmo o que pensar. Mas prefiro acreditar que há outro trunfo a ser planeado, que isto não é mesmo um desvario para calar as hostes que seguem no comboio... Porque se assim, for, também se irá perceber na véspera da 1.ª Eliminatória. Saudações Azuis e Brancas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por muito que se possa querer imaginar, não há golpe de génio algum. Ninguém contrata um jogador para ganhar tempo para contratar outro - é absurdo.

      Provavelmente a escala de férias do famoso departamento jurídico foi mal planeada e foram todos apanhar sol ao mesmo tempo.

      Nada a ver com o jogador nem com a utilidade que possa vir a ter - nem discuto isso, porque não o conheço. Mas que houve uma falha grave, houve. Não há como disfarçar.

      Abraço Portista

      Eliminar
  4. Trimmmmmmm trimmmmmm.... Alô
    T - Buenas tardes Presidente, é o Tero
    P - Carlh*** Terinho, o cr ainda não acabou. És um pé frio do car**** e ainda caiem os dois e perdemos a Volta a Portugal.
    T - Não é isso Presidente, é muito urgente. O NEStinho diz que para passarmos a Roma, precisamos dum matador que ele conhece muito bem e que temos de ser rápidos a negociar.
    P- Quem é o "gaijo"?
    T- É o Pignon...Pinheiro ou o carl****. Ele diz que é um baita dum ponta de lança.
    P - Fo***-se dos nomes que disseste só conheco o car****!!! Quanto custa o artista?
    T - 6 broas e uns trocados pela urgência, mas tem que ser hoje.
    P- Hoje!!! Tu não sabes que estou na Volta e vamos ganhar esta merda no coração da Mouraria?
    T- Tem que ser mesmo hoje, nem que seja por fax. Mas preciso do aval do Sinhor.
    P - E carcanhol? O BCP ao domingo não abre para nós, só se telefonar aos familiares do Comendador.
    T - É isso Presidente, mando-lhe já tudo por fax para o carro Vassoura.
    P - Manda lá essa mer**, mas que o gajo seja mesmo uma boa espingarda. Farto de barretes de treinadores de meia tijela estou eu.

    Escuta do escritório do Correia, transcrita na Bola

    Leonores Pinhões supostamente afectas ao FCP que conduzem o rebanho de PT,Paulus,Egas & Cª

    A culpa é do Xaninho. Digam todos: A culpa é do Xaninho. Incompetentes. Corruptos. Comissionistas. Velhadas. Fora-de-prazo

    ResponderEliminar
  5. Da critica de alguém intelectualmente honesto, esperar-se-ia que esta contratação de Depoitre por parte de Nuno Espírito Santo, visasse o ataque à 1ª Liga como alternativa ou complemento a André Silva. Como os tempos que correm são o que são, lê-se e ouve-se de tudo mesmo daqueles que parecem insuspeitos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vou evitar seguir o mesmo caminho perigoso e não devolver a bola da honestidade intelectual (mesmo com uma linha de passe perfeita à vista) e focar-me nos factos.

      Depoitre foi contratado tendo em vista a nossa grande prioridade do momento: o playoff da LC, do qual dependerá grande parte do nosso futuro próximo.

      Evidentemente veio para jogar todas as competições e durante toda a época, mas a urgência da contratação não deixam dúvidas.

      "Já assinou, os clubes já trocaram os documentos e ficará já hoje inscrito na UEFA, de forma a poder disputar o play-off de acesso à Liga dos Campeões".

      Sabem quem disse isto? Pinto da Costa. Está no site oficial, é fácil de encontrar (link nº3 acima).

      Conclusão? Falhanço total no objectivo primeiro da contratação, fruto de uma amadorismo que julgava impensável no Porto.

      Estamo-nos a transformar naquilo com que durante muito tempo gozamos os outros. Se a si lhe parece coisa pouco relevante, a mim não. Bem pelo contrário.

      Eliminar
  6. Pode fazer o passe para o espaço vazio na esquerda, pois o treinador coloca a jogar nessa posição um médio centro que ainda não ganhou as rotinas do lugar. A culpa deve ser do Pinto da Costa.
    Depoitre foi contratado para atacar o play-off da LC?!? Bom, o caro Lápis diz que é tolerante com o treinador, mas tudo tem limites. Se assim fosse, qual seria a utilidade de estágios, pré-época, concentração e aperfeiçoamento de estilo de jogo a implementar. Espirito de grupo, sincronismo, automatismos, são balelas?
    Se um pinheiro chegasse, fosse logo titular demonstraria que o treinador é apenas uma figura decorativa e que qualquer trolha da Areosa poderia treinar o F.C.P. (Bem, ultimamente quem nos dera o trolha da Areosa).
    Omitiu, naturalmente por lapso, que "não conheço o jogador, foi uma exigência do técnico".
    Alegado profissionalismo ou falta dele por parte de quem? Se a premissa fosse a LC, que de alguma forma não acredito, nunca seria do Presidente, mas como tudo serve de arma de arremesso com os fins que se adivinham há muito...
    Falhanço total?!!! Tenho dúvidas que o pinheiro seja grande espingarda, mas quero ver para emitir opinião. Escaldado de jogadores salvadores escolhidos por treinadores, (alguns até têm autocarro para os levarem dum clube para outro) já o estou há muito tempo, mas quero ver para crer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Nuno não tem o poder nem a incumbência de comprar e vender jogadores. Se Aboubakar não serve (não sei se para o treinador, se para a SAD ou para ambos), então já deveria ter sido vendido e substituído, sem dúvida.

      E volto a repetir que o alvo não era Depoitre, mas foi o possível e no limite do prazo. E fosse quem fosse, não vinha para ser titular ao primeiro jogo, mas... não seria importante como reforço numa altura em que fosse necessário forçar ou já no desespero de nada ter a perder? Claro que sim e não tem a ver com rotinas, tem a ver com saber fazer golos.

      O "falhanço total" não tem a ver com a qualidade do jogador nem com a utilidade que espero venha a ter, mas com o objectivo de reforçar a equipa para o playoff. Nem central, nem 10, nem avançado. Nada, vamos com os que já tínhamos e que o treinador e qualquer um com dois dedos de testa consideram insuficientes (para mim o centro da defesa seria sempre a prioridade). Esperemos que chegue, ainda assim.


      Quanto às armas de arremesso e moinhos de vento, não saímos do sítio. O meu caro vê fantasmas em todo o lado, unidos para destruir o presidente. Eu limito-me a constatar factos, doa a quem doer. JNPC é o presidente e líder da SAD, logo primeiro e último responsável.

      Eliminar
  7. O Nuno não tem poder! Hum...Hum.. deduzo que acredita que Rafa, Victor Garcia, Quintero, Gonçalo Paciência, Adrian, Indi, Francisco Ramos, Pité, Brahimi, Aboubakar, foram desvalorizados ou dispensados por vontade da SAD para o Xaninho ganhar umas pequenas comissões, para não dar muito nas vistas. É uma teoria, que muita gente é capaz de repetir até à exaustão.
    "O alvo não era aquele, mas fosse quem fosse não vinha para ser titular no 1º jogo." Interessante. No entanto, pimba no Pinto da Costa...
    No desespero de nada ter a perder!!!! Ainda mais interessante. É revelador da confiança do trabalho que está a ser feito. Mas se está a falar de chuveirinhos e coisas do género, quando já está tudo perdido, há sempre o Danilo que só falta jogar a GR. Deve ser sempre melhor que o João Manuel Pinto.
    Reforçar a equipa para o play-off, agora!!!
    Mario Balotelli e Van Persie estão mesmo à mão e mercadoria defeituosa pode sempre ser devolvida no prazo de 30 dias. Para entrar de caras....
    Moinhos de vento - até pode ser, mas esse vento sopra sempre na mesma direcção e até fazem vaquinhas com acrobatas zelotas para o "apagarem" com gasolina. As causas do incêndio poderão ser naturais, mas...
    Na apresentação, tinha uma beata no cinzeiro que não era minha. Como é evidente o responsável último é Pinto da Costa, se isso o satisfaz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro, eu disse que não tinha poder para comprar e vender. Para dispensar acho bem que tenha, se não está lá a fazer o quê?

      Se não quer aceitar que o plantel está, mais uma vez, desequilibrado e reconhecer quem são os responsáveis, também não o posso ajudar. É uma questão de opção, suponho.

      A limpeza do estádio está certamente entregue a um fornecedor externo, contratado por alguém que foi contratado por alguém que foi cooptado para administrador. Há muitos níveis de decisão pelo meio para ir directo ao presidente.

      Já na equipa de futebol, o único intermediário é o seu suposto braço direito, Antero Henrique. Quem optou por o manter? Não fui eu.

      Já lhe disse repetidas vezes que até compreendia que PdC delegasse por inteiro a gestão do futebol num único responsável, que no final de cada ciclo seria avaliado em função dos resultados. Assim apenas se poderia culpar o presidente de falhar nessa escolha. Ou dar-lhe crédito por acertar. Agora assim, sem se perceber quem manda em quê e sobretudo sem identificação de responsáveis, a culpa só pode sobrar para o líder eleito.

      Eliminar
    2. "Não tem poder...mas tem para dispensar, senão está a fazer o quê?"
      Diria, para treinar e tirar o maior partido dos atletas à sua disposição.
      Vejamos, não tem poder para somprar, mas tem para dispensar. Ok. Então, dispensa todos os médios centro, todos os extremos e naturalmente a equipa fica desequilibrada. Que poder é esse?
      Somos todos naifs?
      Agradeço a sua ajuda mas continuo a entender que quem desequilibra o plantel é o treinador.

      Há muitos níveis de decisão, mas curiosamente é sempre Pinto da Costa o visado, pelas ovelhas chonés, acrobatas, mariazinhas & Cª. O meu o caro Lápis, como interpreta que o Administrador com responsabilidade directa no futebol, esteja sempre, mas mesmo sempre, afastado dos pingos da chuva, na narrativa repetitiva desses artistas? Eu sei, que de quando em vez o Lápis dá a sua alfinetada, justiça lhe seja feita, mas sempre procurando chegar mais alto.
      Sobras, é isso mesmo. Pinto da Costa, pelos vistos só apanha sobras. A obra foi de Pedroto, de Mourinho, Villas Boas, Kelvin e o que sobrou foi de Pinto da Costa. Olhe, bom, bom era termos além da imprensa, da Apaf, dos blogers, de novo um Rui Rio, para a quadratura do circulo.
      Abraço e apesar de tudo cincoazero.

      Eliminar
    3. Após tantas e tantas linhas, já poderia ter percebido que precisamente por considerar o presidente como o maior responsável pelos grandes feitos da sua presidência é que (ainda) lhe cobro tudo. No dia em que deixar de o fazer, é porque já passou à história.

      Antero é escolhido, nomeado, defendido pelo presidente. Já o poderia ter trocado muitas vezes, fosse essa a sua vontade.

      Vamos a eles!

      Eliminar
  8. Não sei se o conseguiria trocar, nem sei se terá ...poder... para isso.
    Vamos a eles

    ResponderEliminar
  9. Não creio que seja justo culpar a estrutura de anacronismo e, ao mesmo tempo, querer que o Presidente saiba tudo, decida tudo, qual divindade omnipotente. Claro que é o responsável máximo e ultimo do que corre bem é do que corre mal. E sim, podia ter poupado aquele "nem sei quem é o moço".
    Alguém esteve mal informado no processo, claramente. Agora, fazermos disto o fim do mundo cuecas, está a custar-me. Não é, caraças. Nem o Del Potro ia resolver o play-off, nem o Nuno andou um mês a treinar chuveirinho.
    Começámos bem, já li. E isso é bom. Muito.
    Abraço
    PS. Como sabes, eu não acredito em vitórias APESAR de alguém. Nem apesar de Lopetegui e nem, MUITO MENOS, apesar de PdC. Vamos a eles, sim. Mas todos. E juntos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não defendo que o presidente tenha que saber tudo, bem pelo contrário acredito na delegação de responsabilidades. Mas isso implica ter capacidade e coragem para avaliar o trabalho dos colaboradores que a ele respondem directamente e que essa avaliação tenha consequências. O oposto do que se tem passado no Porto. E portanto só me sobra pedir explicações ao presidente eleito.

      Não é fim de mundo algum, mas também não é o desejado reforço para o playoff. E isso custa-me...

      PS - posso dizer "apesar de" em relação a muita gente, mas nunca o fiz ou farei em relação a PdC. Fez o suficiente para nunca descer a esse mínimo na minha consideração. E é isso que muita gente ainda confunde: o mérito e crédito pela obra feita com a inevitabilidade de continuar ainda ao leme do clube.

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.