Do Porto com Amor: Fast and Furious

terça-feira, 19 de maio de 2015

Fast and Furious





Mesmo sem conhecer todos os contornos deste caso, há algo que me incomoda profundamente.
Posso admitir que o motorista estivesse a seguir instruções das autoridades policiais e que portanto seja ilibado.

Mas, e então a pessoa inocente que morreu como resultado deste "acidente" e os seus familiares, não merecem que seja feita justiça? 

Desde o dia do incidente que se diz "sem confirmação oficial" que a vítima passou com sinal verde e foi abalroada pelo autocarro que, por exclusão de partes, terá passado com o sinal vermelho (por instruções da polícia).

Por um lado, a decisão de agora do tribunal justifica a absolvição com o facto de o motorista estar a seguir instruções, mas por outro, as autoridades foram absolvidas de negligência.

Em que ficamos?
Não há culpados?


Sem comentários:

Enviar um comentário

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.