Do Porto com Amor: Hoje joga o Porto! (vs União da Madeira)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

Hoje joga o Porto! (vs União da Madeira)


Acerto de calendário em dias difíceis. Equação perigosa que só admite uma solução.


Em frente que melhores dias virão! - Bruno Sousa


Naquele que é indiscutivelmente o período de maior contestação a Lopetegui, uma viagem à Madeira para acerto de calendário. Se tiver partido de si o adiamento na primeira tentativa, deve agora estar muito arrependido de o ter feito.

Dois jogos francamente maus (ainda que com resultados opostos) puseram a nu as fragilidades da equipa e sobretudo das ideias deste treinador. Como sempre no futebol, enquanto se ganha (ou se vai ganhando) pouco se questiona. Aliás, questiona-se mais quem ousa questionar: "estamos a ganhar, não estamos?". Pois, o problema é que quem joga como esta equipa, está apenas a um pequeno passo de não ganhar. 

Hoje vamos defrontar outro dos últimos classificados, o também recém-promovido Clube de Futebol União e num estádio que (também) não é o seu. Muitos paralelismos com o Tondela, excepto num pequeno pormenor: o jogo é na Madeira.

Já o disse e reafirmo, isto do "trauma da ilha" é uma fantochada sem pés nem cabeça, com um grau de obscurantismo inaceitável numa equipa profissional. Houve uma coincidência de maus resultados (provocados por más exibições) e nada mais. Nada mais.

Portanto, o que espero que Lopetegui tenha feito nestes últimos dias e continue a fazer até à hora do jogo é remover qualquer bloqueio mental que possa subsistir nas cabeças dos jogadores. E claro, já agora, que apresente o melhor onze possível do grupo que levou consigo na convocatória. Falta lá Bueno, não sei por que motivo, mas os que viajaram são mais do que capazes de vencer o jogo. 

Mais uma vez o técnico complica a sua própria vida com decisões difíceis de decifrar. Além da exclusão de Bueno, decidiu agora chamar Angél. Agora, que Maicon está recuperado e portanto um dos defesas já terá obrigatoriamente de ficar no banco. Enquanto o central esteve lesionado, fizemos uma série de jogos sem um único defesa entre os suplentes (com o mesmo Angél e Cissokho disponíveis). Agora que Maicon voltou, volta também o lateral. Alguém entende isto? Se sim, que me faça o favor de explicar.

Seja como for, o único resultado admissível para hoje é a vitória. Gostava de acrescentar adjectivos como "robusta" ou "convincente", mas prefiro não fazer de conta e concentrar-me na única coisa que interessa nesta altura: ganhar. Qualquer outro resultado poder revelar-se insustentável.

E para ganhar, há que jogar com os melhores. Para mim, hoje seriam estes onze:




Como sempre, jogue quem jogar, terá capacidade (mais do que) suficiente para ganhar. Por isto e por tudo o resto, vamos a eles!


Do Porto com Amor



P.S. - não podia deixar de voltar aqui para registar a tremenda reviravolta protagonizada pelo Porto B esta tarde, frente ao Farense. A perder por 0-2 ao intervalo, viraram o jogo marcando 4 golos consecutivos e consentindo um já perto do fim. Vitória por 4-3, liderança destacada e uma atitude à Porto. Neste momento, são eles que merecem vestir a nossa pele. Espero que as vedetas tenham assistido e corado de vergonha. Logo não lhes peço o mesmo futebol, apenas a mesma atitude.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.