Do Porto com Amor: A Norte, nada de novo

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

A Norte, nada de novo


Não se me oferece dizer muito sobre uma entrevista pouco esclarecedora e até enfadonha em certos momentos. Ainda assim, vamos lá.




Ao contrário de muitas outras entrevistas dadas ao longo dos anos pelo presidente Pinto da Costa, esta nem sequer foi um momento especialmente bem passado. Assisti até ao fim, naturalmente, mas com o interesse a diminuir à medida que a conversa avançava. Foi-se passando ao de leve por temas importantes, mas nenhum foi verdadeiramente aprofundada e ainda menos esclarecido. 

Não contava que fossem feitas estas 20 perguntas, não só pela deferência natural (sem ironia) do empregado pelo empregador, mas porque fosse onde fosse, ninguém se atreveria a colocá-las a não ser que estivesse preparado para ter um final de carreira precoce, no que concerne ao assunto F.C. Porto. E os que adorariam fazer essas perguntas com o único intuito de nos atacar, jamais teriam a oportunidade. Felizmente.

Portanto, esperava uma dança tranquila em que o Júlio dava o mote mas quem marcaria o passo seria Jorge Nuno. E assim foi. Aqui fica o que retive da entrevista e o que ficou por dizer:


- O inevitável anúncio da recandidatura. Não foi notícia, era evidente que iria acontecer. Ficou-lhe bem dizer e repetir que o clube não é uma monarquia e que portanto não há sucessões e que todos os sócios (que cumpram os requisitos x5) se podem candidatar. Gostaria de o ter ouvido ir mais longe, apelar a quem o critica para se apresentar a votos com propostas alternativas.


- O pesadelo Lopetegui. Como esperado, caiu tudo sobre as costas do basco. Desde "não compreender o futebol português" ao flop (até ver) de Imbula, passando pelos "passes da esquerda para a direita". E quem me lê, sabe o que eu penso dele. Mas o Juquinha deveria ter tido a coragem de perguntar por que motivo foi sempre o treinador a dar a cara contra árbitros, paineleiros e jornalistas, sem defesa pública de ninguém da SAD. E porque motivo o despediram agora, seis meses depois de lhe terem renovado a confiança sem nada que o justificasse. E porque o fizeram sem ter solução para o substituir. Peseiro não estava contratado. Terá sido sondado após o Rio Ave, como foi dito, mas certamente que não foi o único. Nem o primeiro.


- O negócio Adrián. Foi bom que o tivesse abordado, de tão mal que resultou. E ter reconhecido que foi um erro. Só lhe fica bem. Mas não explicou tudo. E há muitos outros negócios, todos "pequenos", que somados causam uma mossa muitíssimo superior. O tal exército de emprestados e dos "estranhos casos" da equipa B e o seu não aproveitamento. Juca bem tentou mas o presidente "calou-o" com Rúben Neves, como se fosse suficiente. "Está a começar a dar frutos". Qualquer dia caem de podres...


- O "Xaninho". Foi o momento de maior embaraço na entrevista, que aliás deve valer um cartão amarelo ao Juca no final do evento, por entrada imprudente. Notou-se o desconforto com que o presidente abordou a questão, começando por não responder, agarrando-se (longamente) a explicar a contratação de Suk. Depois lá falou do filho e do seu envolvimento nos negócios do clube, mas não disse o que não podia dizer. Nem da relação entre ele e Antero. É um dos pontos negros das últimas presidências e não antevejo que termine antes que saia.


- Baía e Fernanda. Outro ponto baixo da entrevista. Felizmente não atacou o Vitor directamente - sabe bem do carinho que uma grande minoria tem por ele, pelo seu passado como jogador - mas endossou-o pela sua esposa. Excessivamente, diria. Repetiu várias vezes que a senhora só o fez para "defender pessoas que lhe são queridas" (...), ao mesmo tempo que frisava que não se sentiu pessoalmente atingido. E não foi - directamente; mas foi pelas suas escolhas em quem o acompanha, quer queira, quer não. E por isso mesmo, a sua potencial candidatura levou (compreensível) nega por ser "apoiada pelo CM".

Já agora, aproveito para abordar esse assunto e arrumá-lo. A senhora tem todo o direito de se expressar como bem entender, mas não pode nunca perder de vista que é casada com o presidente do FC Porto e como tal, tudo o que disser será escrutinado e terá impacto. Seguindo o raciocínio, espero que tenha sido a primeira e a última vez que se expressa publicamente sobre assuntos do clube. Lembro-me bem do outro ponto negro - a escritora Carolina - e jamais aceitarei que se repita. Esta senhora, Fernanda Pinto da Costa, tinha sido absolutamente exemplar até agora, pelo que espero que tenha sido apenas um impulso irreflectido e único.


- Continuo sem saber por que motivo não há a intenção para ter futsal no clube. Para mim, seria "o projecto" que gostaria de ver anunciado. Não desprezo a revelação sobre o "centro de formação", porque pode de facto vir a ser importante no futuro do clube. Só não sei onde encaixa o actual da Constituição, mas certamente teremos mais detalhes com o tempo. Imagino que seja fora da cidade, à semelhança do centro do Olival, mas aguardemos. 


- As águas tranquilas em que navegámos. Não se dispara sobre a arbitragem (como se a época passada nem tivesse existido) excepto para insistir na questão da conflitualidade entre Vítor Pereira (que por lá continua a fazer das suas) e do avaliador dos árbitros Ferreira Nunes (até deu para elogiar Duarte Gomes, veja-se bem), nem sobre os rivais (uma ligeiríssima farpa ao Sporting), nem sobre a FPF do "Dr. Fernando Gomes" e muito menos sobre a liga do "Dr. Pedro Proença". Tudo na paz do senhor dos futebóis. Que maravilha... 


- Sobre o negócio televisivo nada de relevante, apenas um remoque à NOS e ao fedorento (sempre bem aplicado).


- Gostei, finalmente, que convocasse todos a apoiarem Peseiro e a equipa, ainda que gostasse de ter sentido mais convicção quanto à real possibilidade de ganharmos o campeonato. E a propósito, dizer que os assobios são "para o modelo de jogo" é dizer meia verdade ou desconhecer a outra metade (o que não acredito). Eu não assobio, mas não é difícil perceber que eles são para o treinador, jogadores, administradores e sim, também para o líder, ainda que com a natural deferência para com quem tanto fez pelo clube.


Como por certo repararam, coloquei vários links de artigos d'O Tribunal do Dragão, um dos meu blogues preferidos da bluegosfera e o que mais informação relevante dá a conhecer da vida interna do clube. Naturalmente não tenho como saber se tudo o que lá se escreve é verdadeiro, mas até agora, também não tenho motivos para duvidar. Que continue com o seu bom trabalho.


E pronto, já está. Vou dormir e sonhar com dois centrais e um goleador (pela entrevista, parece que só mesmo em sonhos).


Do Porto com Amor



26 comentários:

  1. Foi uma grande entrevista, que gostei pela forma corajosa como foi conduzida, e que me deixou ansioso por mais. Este foi o Pinto da Costa que sempre adorei, desde pequeno. A sua preocupação em agradar aos adeptos na qualidade do futebol e pelos assobios, também me deixou esperançado pelo futuro. Actualizarei o post assim que houver vídeo da entrevista.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a citar o Jorge Vassalo com que propósito, meu caro Anónimo? (E já agora, quando o fizer, coloque aspas pf.)

      Abraço portista

      Eliminar
    2. Por causa dos assobios. Esquece-se é de referir que os assobios a que o Presidente se referiu eram, naturalmente, os dos FIM do jogo - com os quais concordo - uma vez que ele referiu o "comportamento exemplar da claque e adeptos nesse jogo".

      E, já agora, para evitar futuras citações, quando o Presidente fala do jogo de Lopetegui, fala naturalmente do deste ano, pois não estaria certamente a falar do do ano passado, onde terminou a 3 pontos do líder - e toda a gente sabe como - porque, se assim fosse, certamente o teria demitido no final da época, e não a meio da seguinte.

      Estou num dia ocupado, mas assim que tenha tempo, virei cá comentar o teu post, caro Lápis.

      Abraço Azul e Branco,

      Jorge Vassalo | Porto Universal

      Eliminar
    3. Foi para colocar em evidência as paixões de Vitor Baía. CM e F. C. Porto, não consegue decidir-se.

      Eliminar
    4. "E porque motivo o despediram agora, seis meses depois de lhe terem renovado a confiança sem nada que o justificasse."

      Com aspas

      Se ainda sei ler as entrelinhas do que diz o Maior Presidente do Mundo, deduzi que:

      Já se tinha apercebido há muito tempo do miserável futebol de Lopetegui que não nos levava a lado nenhum.
      Não foi despedido no fim da época passada porque o clube ficou preso pela pele dos testículos com o negócio Adrian pelo dono de Lopetegui. É que parecendo de somenos, um valor a rondar os 30 milhões, fazem mossa em qualquer organização. ( Adrian, Lopetegui, catrefada de espanhóis que ele trouxe,etc). Esperando fosse cumprido o acordado, continuou a dar Ferraris (Imbula), Hummers (Danilo), Maseratis (Osvaldo), á nulidade basca, mas nem o acordado foi cumprido, nem a nulidade evoluiu um milímetro.
      Agora, é tempo de recorrer à competência disponível e ter tempo para saldar negócios com quem o enganou. Haja saúde, porque ao contrário do que insinuam, não me pareceu dar sintomas de alzheimer.

      Eliminar
    5. Não compro essas entrelinhas, nem em saldo. Só o investimento no Ferrari dava para pagar a rescisão, o contrato de um bom treinador e meia dúzia de Fiat 500 para serem kitados no Olival e depois vendidos como Bugattis, como sempre foi nosso apanágio.

      Agora é tempo de apanhar os cacos e rezar para que se seguem para não continuarmos a vazar água. Espero que a cola Peseiro até cole Ferraris ao tecto...

      Eliminar
    6. E com essa meia dúzia de Fiats 500 ganhava o campeonato de carolo. Nem na Abarth os Fiats ficam kitados de um dia para o outro.
      E o Porto tem que ser campeão sempre ou quase e não envergonhar (Munique) nas competições internacionais.

      Eliminar
    7. Agora baralhou-me. Afinal Lopetegui é uma nódoa ou não? Se sim, como quer justificar que o MPM tenha cometido esse erro crasso de o manter após o final da época passada? Não bate certo... Se concorda que o basco é mau (e eu sei que sim), não tem como isentar o presidente da culpa maior de repetir o erro. Que aliás deu no que deu, como sabemos.

      O seu passado é de facto o do melhor presidente do mundo. Mas insisto, estou a avaliar o presente e a projectar o futuro.

      Eliminar
    8. Não tem que ficar baralhado. Se não comprou as entrelinhas, nunca perceberá. Se ele estava agarrado pelos tins tins e sabendo da mediocridade do basco, mesmo assim acreditou que até Lopetegui, de longe com o melhor plantel a nível interno, ganhava. Com um título, essa amostra de treinador, poderia enganar (ou Jorge Mendes por ele) qualquer clube da Liga espanhola e livrava-se dele, recebendo ainda uns trocos.
      Errou, claro que errou e como disse, apercebeu-se desde muito cêdo disso. Mas não é a primeira nem será a última vez que erra. Só que nunca interferiu e sempre amparou as equipas técnicas até ao limite, mesmo aquelas que eram visivelmente incompetentes (mesmo Octávio Machado e Lopetegui).

      Eliminar
    9. Amparou? Só se foi com o ensurdecedor silêncio e pela indisfarçável ausência! Esse é que é o meu ponto! Nem o pôs a andar como deveria nem lhe protegeu as costas. Ficou a meio da ponte, no limbo, e nós (clube) com ele...

      Eliminar
    10. Contra a sua vontade, a minha e de mais alguns "exigentes" amparou muito mais do que o razoável.
      Não foi sempre assim? Não protegeu? Então não falava com ele todos os dias, não lhe satisfazia todos os desejos (o Suk já chegou?), como agora se comprova? Ou queria que jogo sim, jogo sim, andasse a glorificar o treinador e em todas as conferências de imprensa fosse Lopetegui o 1º a atacar tudo e todos e nos jogos borrava-se todo.

      Eliminar
    11. Quem assobia afinal percebe e muito de futebol!
      Não assobio mas não sou absolutamente nada contra quem o faz. Gajos que ganham milhões não suportam pressões?
      Infelizmente há muita gente que só se apercebe da catástrofe depois dela acontecer...

      Eliminar
    12. Bluesky, quem assobia por alguma razão o faz. Só os "zelotopeguis" é que acham que Portistas têm prazer em assobiar a própria equipa.
      "Eles" apercebiam-se da catástrofre, só que, queriam era ver tudo em ruínas.

      Eliminar
    13. Ultimamente a conversa "deles" era que o plantel à disposição de Lopetegui era desequilibrado, uma *****! Pois agora, sem Osvaldo, Rafa, Lichnovsky, Tello e querendo empurrar daqui para fora Imbula de qualquer jeito, vão passar a ser exigentes com Peseiro. Vai uma aposta?

      Eliminar
  2. Concordo na maior parte e, sem aspas: em alguns pontos diferente da minha, o que me pôs a pensar…
    Completemos os nossos pensamentos com as respectivas sugestões dos artigos ;)

    Imbicto abraço!

    ResponderEliminar
  3. excelente entrevista do presidente, gostei e recandidatando se tem o meu total apoio. AINDA HA 30 ANOS NAO PASSAVAMOS DE ANDRADES ANDRAJOSOS QUE MAL PASSAVAM O DOURO PARA SUL JA SE IAM A CAGAR TODOS, e quando chegavam a lisboa nem se fala. Quanto a baia nao posso deixar de o criticar mais uma vez pela falta de carater que o fez ser odiado ainda hoje em barcelona, e se ter entregue ao inimigo que o `comprou`` aproveitando a sua dificuldade financeira. SCOLARI TINHA RAZAO AFINAL.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém contesta a imensa obra do presidente. O problema é o presente e o futuro...

      PS - Scolari nunca teve nem nunca terá razão. É um mau carácter.

      Eliminar
  4. Caríssimo, entendo e partilho a tua preocupação "comissional", mas qual é o negócio milionário não comissionado nos dias que correm, em qualquer que seja o quadrante?

    Estou em crer que o silêncio em torno de Lopetegui seja igual ao silêncio em relação à arbitragem, e com a mesma causa. Que seja estratégia, é tudo o que espero.
    Houve algo na parte final da entrevista que me deu a noção que sim.

    Corrige-me se estiver enganado, mas houve muitos jogadores do FC Porto que primeiro foram fazer tirocínio fora antes de ingressar na A, certo? E, se estamos de acordo que André Silva - e quiçá Rúben Neves - estão cedo demais integrados na equipa principal, não será melhor irem ganhar endurance num espaço com mais... espaço para a sua evolução?

    Em suma, creio que, mais que mea culpas passados, há a ideia de se ter aprendido com os erros. E isso é o que importa para o presente e futuro, certo?

    Já agora, quero deixar claro que estou à espera que Baía se candidate em Abril, ou o seu discurso ficará vazio. Conversa inconsequente temos muito, gente que se chegue à frente, not really...

    Abraço Azul e Branco,

    Jorge Vassalo | Porto Universal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ajudo dizendo que o maior exemplo disso foi o extraordinario ricardo carvalho que andou por maritimos, e mais nao sei das quantas.

      Eliminar
    2. Gostava de me sentir assim tão optimista mas não consigo. Pareceu-me tudo muito mais uma fuga para a frente, como alguém já escreveu.

      Nada tenho contra as comissões desde que sancionados pelo mercado. Faz parte do futebol sim senhor. O problema é quando surgem dúvidas de se estar a pagar muito mais do que seria necessário, incluindo trazer jogadores apenas como moeda de troca e alimentar bocas que nada acrescentam aos negócios excepto prejuízo.

      E quanto à rodagem, era capaz de afirmar que por cada vinte que vão só regressa um...

      Mas o que realmente me interessa por agora é que Peseiro agarre o balneário e que em Maio a festa seja nossa. Não apaga nada, mas que suaviza, suaviza...

      Abraço portista

      Eliminar
  5. Pinto da Costa será sempre o "meu presidente".

    Contudo, não me esqueço dos "insultos" aos próprios adeptos do FC PORTO!
    Foi buscar Lopetegui porque num plantel com Hulk, James, Manel e Jaquim qualquer um é campeão!
    Ou seja Villas-Boas e Vitor Pereira eram 2 cepos que se tornaram campeões sem sabre ler nem escrever!!!

    Ia com Lopetegui até ao fim do mundo, mas no momento em que essa frase foi dita (e transcrita na comunicação social) até já se percebe que com Lopetegui nem sequer ia á "garagem ver o Ferrari"!!!

    Nós, portistas anónimos, sofredores, apaixonados, obstinados e obstipados até, não percebemos um corno de futebol porque assobiavamos o Lopetegui. Afinal PdC não assobiava mas... bufava!

    Falou de Baía como se fosse um cabeça de turco. Baía sempre disse que gostaria de ser presidente do FC PORTO. Jamais Baía disse que entraria em compita directa com PdC!!! Ou alguém vai para a selva caçar tigres com... fisgas?

    E a lata das latas.... condenou (como toda a "boa gente" portista!!!!!!!!!) por Baía ter falado nisto no Correio da Manhã!
    É curioso, mas na gala dos pretensos Dragões, pareceu-me ter visto o Serpa da Bola e o Magalhães do... Record!!!

    O que me leva a crer que podem dizer mal da equipa do FC PORTO. Podem os árbitros gozar com o FC PORTO. Podem até fazer capas sem o FC PORTO. Podem até caluniar a instituição FC PORTO, mas ai daquele que se for portista disser mal da... "estrutura"!

    Mesmo assim continuo a achar o velho um sério presidente e o meu favorito.
    Afinal ninguém é perfeito, e era de uma ironia refinada que PdC se retirasse do activo sem nada ter ganho numa época!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente caro Felisberto!
      PdC também será sempre o meu presidente - no período 1982/20XX. Depois virão outros, porque o clube é maior do que qualquer presidente, mesmo do que o maior deles todos.

      Abraço portista

      Eliminar

  6. "quem assobia por alguma razão o faz. Só os "zelotopeguis" é que acham que Portistas têm prazer em assobiar a própria equipa.
    "Eles" apercebiam-se da catástrofre, só que, queriam era ver tudo em ruínas."

    estava para passar ao largo, mas não consigo. sinto-me visado naquele ataque.

    de uma vez por todas, que fique bem claro que e no que a mim diz respeito:

    1)
    nada me move contra seja quem for, sobretudo portistas. só não admito que se brinque com a honra, o nome e o prestígio do meu clube do coração.

    2)
    respeito todas as formas de se manifestar o Portismo. não me peçam é para respeitá-las a todas, sobretudo os assobios durante as partidas e não os que se ouvem no final daquelas.
    para quem o faz, seria bom que tivesse a consciência da sua irresponsabilidade, enquanto adepto portista, e tivesse presente as palavras do treinador da Académica e da sua estratégia aquando da visita ao Dragão...

    3)
    o meu clube é o FC Porto e sempre será. faço a sua defesa e dos profissionais ao seu serviço, numa atitude positiva e evitando a crítica fácil. fi-lo com Lopetegui como o fiz com todos os seus antecessores, inclusive o otário malvado.
    acusarem-me de ser "zelota", "ovelha choné" e outros mais qualificativos será sempre para o lado que dormirei melhor, pois sei da minha responsabilidade social. sim!, há críticas a apontar, que o clube não é perfeito. mas também há que se ter consciência de que há lugares próprios para as dirigir e que há muita "boa gente" que se dedica a dividir-nos para que outros possam reinar. e que tal não significa ser acrítico, antes perceber que, enquanto adeptos, não possuímos todos os dados das equações, apenas as informações que querem que saibamos.

    4)
    não concebo que haja portistas que desejem mal ao Clube, para verem as "ruínas" e poderem afirmar, de forma triunfal: "vê-de como eu tinha razão".
    mas, a verdade é que marquei presença no jogo para a Taça da treta, ante o marít'mo, e os meus olhos nem queriam acreditar no que viam: portistas a celebrar um golo contra. e por mais do que uma vez!!

    5)
    faço votos sinceros para que Peseiro não tenha que amargurar um décimo dos seus antecessores, mormente Lopetegui, que começou a ser contestado logo no início, no jogo da pré-eliminatória de acesso à fase de grupos da champions...

    cumprimentos e viva o nosso clube do coração!
    Miguel | Tomo III

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Miguel, declaração registada e publicada.

      Mas hoje joga o Porto, vamos a eles carago!

      Abraço portista

      Eliminar
    2. "para quem o faz, seria bom que tivesse a consciência da sua irresponsabilidade, enquanto adepto portista, e tivesse presente as palavras do treinador da Académica e...."

      e do Antunes ....e do Simão....e do Ivo Vieira ...e do Pedro Martins....e do Sér........... quem eram esses "irresponsáveis"?

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.