Do Porto com Amor: The Almost One

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

The Almost One


Confesso que fui apanhado de surpresa. Não contava de todo que fosse esta a escolha da direcção para suceder a Lopetegui.

Como muitos, apenas duvidava entre a vinda imediata do treinador para as próximas épocas (com Jardim e Marco à cabeça das minhas preferências) e a de um “interino de provas dadas” como Jesualdo Ferreira.


Adrego Design

Por José Peseiro, de facto não esperava. E não, a surpresa não foi positiva. Tenho lido (com agrado) vários argumentos válidos que justificam o acerto da contratação no contexto actual e até lhes reconheço uma boa lógica, mas simplesmente sinto que é curto para as nossas ambições.

Após dois falhanços consecutivos, esperava uma contratação à Pinto da Costa: relâmpago, eficaz e a provocar ahhhs em toda a gente. Quero lá saber se o(s) preferido(s) está/ão a trabalhar, queria é que ele fosse convencido e viesse de imediato treinar o meu clube!

Não foi assim. Foi José Peseiro o escolhido. Discordo da escolha.

Por que motivos ?

- Pelo seu historial profissional. Falhou no Sporting (pouco releva que quase tenha ganho) e não tenho ideia de que posteriormente tenha tido verdadeiro sucesso em algum lado. Sim, ganhou-nos uma Taça da Liga. Mas convenhamos que é manifestamente pouco.

- Pela desconfiança que a sua contratação vai gerar junto dos adeptos. Não é uma pessoa que (enquanto treinador) granjeie empatia com facilidade. A sua forma de falar, a sua postura corporal, tudo contribui um pouco para isso. Prova disso são as dificuldades que tem sentido em todo o lado por onde a sua carreira tem passado. Haverá uma quantidade relevante de adeptos dos seus ex-clubes que o tenha em boa conta? E claro, a lembrança do regozijo que provocou em muitos portistas aquando das decepções leoninas - e o medo que as coisas se invertam agora.

- Pelo contexto do clube. Escolher alguém que não gera à partida um consenso alargado, no momento actual que a equipa atravessa, é exponenciar o risco de forma pouco avisada. À primeira falha, que margem de manobra sobrará a José Peseiro? Quanto do seu capital de reconhecimento, granjeado durante todos estes anos, estará PdC disposto a apostar em sua defesa?

Definitivamente, não seria José Peseiro a minha escolha. Mas eu sou apenas um adepto.


----------------------------------------------------------------------------


Dito isto, vamos ao futuro.

Não o longínquo, mas aquele que começa já hoje (ou talvez amanhã).

José Peseiro é agora o meu treinador. Sim, o meu, não apenas o da SAD ou de Pinto da Costa, mas o meu também.

Como tal, só lhe posso garantir o meu apoio incondicional durante os jogos, ainda que sempre crítico antes e depois deles, até que um dia deixe de o ser. Já nada me interessa tudo o que fez antes de cá chegar, apenas me interessa o que fará daqui em diante.

Meu caro Zé, só te posso desejar todo o sucesso do mundo, porque ele será também o meu, o nosso, o de todos os portistas. Tens agora uma oportunidade dourada (quem sabe se a única) de provares a todos e a ti próprio que o “quase” foi apenas uma infeliz conjugação de factores, que és capaz de ir até ao fim e cortar a meta em primeiro. Pode parecer-te injusto, mas o mínimo que te peço é sermos campeões já este ano. E o mínimo que te exijo é que te esforces por compreender o que é o FC Porto e que o respeites em cada momento de cada jogo. Não é muito, mas é tudo. Vamos a eles carago!


----------------------------------------------------------------------------


Hoje joga o Porto! Às 19h45, em Famalicão, para disputar o nosso segundo jogo na Taça da Liga. 

É absolutamente irrelevante que as nossas possibilidades de apuramento sejam muito reduzidas, teremos que (como sempre) entrar fortes, assumir o favoritismo e vencer. Só isto. E depois... e depois José Peseiro is in da'house!


Do Porto com Amor



20 comentários:

  1. José Peseiro terá, acredito, as melhores condições que teve até hoje e terá, espero, a melhor protecção.

    Como diria a Roisin Murphy, "The Time Is Now"

    Abraço Azul e Branco,

    Jorge Vassalo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também espero... e que a isso junte melhores decisões nos momentos de decisão...

      Eliminar
  2. Lapis, Lapis, Lapis...
    Eu percebo que possas nao estar contente com a escolha, mas cuidado com as razoes que descreves...

    Entao o Peseiro falhou no Sporting? Mas pelos vistos ficarias satisfeito com o Jardim? explica-me la que competicao europeia e que ele ganhou pelo Sporting? Ou o Marco Silva, que apesar de defrontar o pior Porto dos ultimos 20 anos nem o segundo lugar conseguiu?

    A contratacao de Lopetegui foi muito aplaudida pela maioria dos adeptos e gerou muita confianca - se calhar isso nao e o mais importante, certo? Se calhar ter um treinador que percebe que o futebol moderno nao se trata de jogadas individuais tem mais peso?

    E finalmente - quanto a pedir o campeonato ja este ano - portanto achas que para o Peseiro ter um minimo de sucesso, tem de fazer melhor que o Mourinho fez no primeiro (meio) ano? E que tal passos pequenos mas na direccao certa? que tal pores a exigencia num nivel mais adequado ao contexto, como tu mesmo dizes? Por a equipa a jogar bem, trazer o publico de volta a apoiar e acreditar. E se a isso se juntar um titulo ou dois, brilhante!

    E ja agora, da-lhe um mes para ter hipotese de mudar umas mentalidades e realmente dar uns quantos treinos antes de poder implementar as suas (boas) ideias de jogo.

    Eu cada vez me decepciono mais com a massa adepta do nosso clube... trucidaram o VP, mas queriam Conceicoes e Jorge costas ou Paulo Bentos para treinadores... e este pobre ainda nem comecou e ja 2/3 dos adeptos acham que nao presta porque nao ganhou tudo no Sporting (de lembrar que se tivesse ganho aqueles jogos com o Sporting teria feito tanto como o Mourinho fez no Porto na primeira epoca!!!) - ora, eu nao digo que ele seja um dos melhores treinadores do mundo como o Mourinho, mas dois maus jogos (perdidos com azar e erros individuais) passam-no para o pior treinador???? Cruzes credo....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Pancas

      Acho que não leu com atenção o que escrevi ou então não fui suficientemente claro...

      A crítica da escolha de Peseiro é precisamente para quem o escolheu e não para o próprio. Sou um adepto, tenho a minha opinião e dei-a: nem me passaria pela cabeça sequer considerar contratá-lo. Falhou no Sporting e foi dispensado. E entretanto, desde esse momento até hoje, não fez nada para se reabilitar ao ponto de o querer para treinar o Porto.

      Jardim deu provas no pior Sporting (de sempre?) e foi contratado pelo Mónaco. E gostei do que vi enquanto lá esteve.

      Marco Silva é um jovem treinador, cuja primeira experiência num "grande" foi positiva. Além da Taça, gostei do futebol. Foi despedido pelos motivos que se sabe, não pela incompetência. Está a fazer bom trabalho na Grécia.

      Na minha opinião, seriam as apostas mais ajustadas, com preferência por Jardim. Já o tinha escrito antes.

      Eu NUNCA aplaudi a contratação de Lopetegui porque nem sequer o conhecia enquanto treinador. Desconfiei, como desconfio agora, mas dei-lhe todo o benefício da dúvida, como vou dar agora (e sempre que chegue alguém de novo).

      Fiz questão de diferenciar o meu pedido da minha exigência: está lá, palavra por palavra. Mas obviamente que temos que apontar a ganhar o campeonato, sem qualquer reserva mental! Podemos não o conseguir no final, mas se todos ficarmos com a sensação de que mais não se poderia fazer, eu aceito.

      Eu não tenho "nada" para dar a Peseiro excepto o meu apoio. Está escrito também...

      Abraço portista...

      Eliminar
    2. Eu so me parece e que esta a usar dois criterios diferentes para julgar os treinadores que gosta ou nao gosta.

      O Lapis acha que o Jardim deu provas no Sporting, enquanto no meu ver fiquei bem mais impressionado pelo Sporting de Peseiro, tanto na forma de jogar como nos resultados - mal por mal, prefiro estar na luta ate ao fim, mesmo que perca no final.
      Quanto ao Marco, a linha defensiva dele sempre me deu muito medo. E so ver a quantidade de vezes que o Patricio tinha que defender avancados isolados para perceber que ele tem muitos problemas ai. alem disso ele beneficiou muito de ter um jogador como o Nani na equipa. E veja-se a diferenca para o Sporting deste ano apesar de ter perdido os dois melhores jogadores (Nani e Carrillo)

      Acho que Peseiro fez um trabalho brilhante no Braga ha 2/3 anos, com um futebol espectacular e bons resultados, mas e o Braga, nao se pode pedir a lua... mais uma vez bem melhores provas de competencia do que muitos (bons) treinadores que ja ca passaram...

      E atencao, nao estou a dizer que Jardim ou MS sao maus treinadores - mau treinador era Lopetegui!!! So acho que Peseiro ja demonstrou mais capacidades.

      Finalmente, achar que os despedimentos do Peseiro sao atestados de incompetencia... entao o Mourinho que foi despedido do chelsea (2x) do Real e do Benfica?

      Mas la esta - "the proof is in the pudding" - daqui a uns meses falamos :)

      Eliminar
    3. Perfeitamente, caro Pancas, são opiniões válidas as suas, que respeito mesmo discordando.

      Quanto aos despedimentos, parece-me que ser dispensado de Al Hilal, Panathinaikos, Rapid Bucareste, Arábia Saudita e Al Wahda não é bem a mesma coisa do que o exemplo que refere.

      Mas desejo ardentemente que tenha muito mais razão do que eu, será sinal de que Peseiro nos conduzirá ao êxito que todos desejamos!

      Eliminar
  3. Oh Lápis, é olhar para o lado positivo: O homem já perdeu quase tudo o que podia perder, já não perde mais. Só ganha. ;)

    ResponderEliminar
  4. temos de acreditar obviamnete, com pc todos os treinadores eram peseiros antes de ganhar por ca ( talvez tirando ivic e robson em inglaterra ) todos foram peseiros, lopoteguis, fonsecas, mourinhos , jesualdos, etc, todos ate ganharem por ca.

    ResponderEliminar
  5. Amanhã no Porto Canal é entrevistado o MAIOR presidente da história do desporto em Portugal e um dos maiores a nivel mundial ,e há muito para responder nesta fase que a equipa principal do nosso clube está a passar...aguardemos.

    Desejo a Peseiro toda a sorte que lhe faltou noutros momentos.

    Saudações Portistas

    Paulo Almeida

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos que a entrevista não seja apenas mais uma oportunidade desperdiçada para esclarecer e reunir os sócios e portistas em geral.

      Eliminar
  6. Uma Sad que contrata Lopetegui o ilusionista portista, Casillas o frangillas, Imbula o embrulha, Pablo Osvaldo o passagem de modelos, Adrian Lopez esse grande artilheiro, Cissoko e que paga para jogadores não jogarem, tornará impossível qualquer tipo de sucesso no MEU, NO TEU, NO NOSSO FCPORTO.
    DEMITAM-SE.
    É por isso que tenho pena de J. Peseiro. Ele não merece este portinho regional.
    O Presidente do Sporting pode ser muita coisa, mas não lixa o clube que ama.
    O NOSSO Jorge Nuno está cansado, por isso, exige-se SANGUE NOVO.

    Luís (O do Nuno Espírito Santo, Pedro Martins, ou Lito Vidigal)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já lhe disse que é um bocadinho pessimista? :-)

      E não exija aquilo que não pode dar... se não cobram-lhe de volta. Ou vai avançar? Se sim, eu serei um dos 300 associados necessários para submeter a candidatura!

      Tenha fé, homem!

      Eliminar
  7. Caro LAeB,

    José Peseiro é o novo Treinador do nosso Clube. Decidiu quem tinha de decidir com a legitimidade outorgada pelos Sócios do FC Porto. Respeitando o seu cepticismo gostaria apenas de partilhar não a minha opinião mas a minha posição enquanto simples adepto que só quer o bem do FC Porto. Sendo assim, diga-me caro LAeB que me adianta agora questionar se todo este processo foi bem ou mal conduzido, se o anterior Treinador foi mal ou bem demitido ou se o José Peseiro é ou não possuidor do perfil que se coadune com as necessidades actuais e futuras do FC Porto. Por isso só me resta dar as boas vindas ao novo Técnico e desejar-lhe toda a sorte do mundo pela mais válida de todas as razões, o seu êxito será o êxito do FC Porto.

    Um abraço e...

    FC PORTO SEMPRE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não foi isso que eu fiz também?

      Primeiro, disse o que achava de contratação (passado).
      De seguida, manifestei o meu total apoio (presente e futuro).

      Abraço portista

      Eliminar
  8. Caro LAeB,

    Tal como escrevi no meu post de ontem, José Peseiro também não é o treinador que estava à espera. Peseiro foge em toda a linha quando comparado com outros nomes que foram sendo lançados a público. Certo é que, e aí discordo consigo, não é fácil convencer nenhum dos treinadores falados a abandonar os seus atuais projetos para assumir o cargo do FC Porto, quando tínhamos um Leonardo Jardim em 2º na liga francesa, Marco Silva em 1º e a bater recordes de vitórias na grécia e AVB com um ordenado chorudo completamente incomportável, era praticamente impossível convencer alguém (e ainda bem que Sérgio Conceição não aceitou o que lhe propusemos). Restou mesmo uma das alternativas do fundo da lista, alguém que, definitivamente, tinha mais a ganhar em sair de onde estava.

    Por mais que digam que JP pratique um futebol de ataque e que reúne inúmeras qualidades, o seu pouco sucesso como treinador e as fracas ligas onde treinou fora de Portugal poderão querer dizer alguma coisa. Contudo, também no meu caso, passou a ser o meu treinador e aquele em quem quero acreditar ter as capacidades necessárias para trazer a alegria possível às bandas do Dragão. A ver vamos o que se segue mas causar guerrilha entre treinador/adeptos nada de bom trará.

    Um abraço,
    Muralha Azul.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Admito perfeitamente que seja como diz quanto à dificuldade de contratação desses treinadores, acrescentando ainda as tais cláusulas que o Sporting os obrigou a incluir nas suas rescisões. Mas tempos houve em que não era assim e tenho saudades deles...

      Quanto a Peseiro, é como diz(emos), agora é o nosso treinador. De todos nós, os portistas. Só nos cabe ajudá-lo a ter sucesso.

      Abraço portista

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.