Do Porto com Amor: EXCLUSIVO! A continuação da conversa de JJ com o 4º árbitro!

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

EXCLUSIVO! A continuação da conversa de JJ com o 4º árbitro!


Em mais um furo exclusivo DPcA, apresento ao estimado leitor a continuação do breve relinchar de JJ (sem ofensa, mas de facto o cavalheiro projecta a dentadura de tal forma que de facto se assemelha a um equídeo) com o 4º condicionado Daniel Cardoso a que todos assistimos este fim-de-semana (excepto o Ministério Público, a CII e o CD da FPF, obviamente). 

Para usufruto destes últimos, aqui fica o registo videográfico:




Pois bem, apesar de já ter dito muito, JJ não se ficou por aqui. 

Através do nosso nano-tech-mega-hiper-fly-spy-drone, tivemos acesso exclusivo à segunda parte da conversa já após o final do jogo, quando JJ se deslocou à cabine dos condicionados. Dada a má qualidade do áudio recolhido (porque cruzado com o som de um gorila rouco, que na divisão adjacente repetia incessantemente ao espelho "Pór-Tchú-Gól, Not Lisbon!"), aqui fica a rigorosíssima transcrição da conversa: 


Toc! Toc!

Daniel Cardoso - Quem é?

Jorge Jesus - Abressamerda que tás em minha casa, ó caramelo! Quero falar com o Jotinha!

Jorge Ferreira -  Entre, Mister, entre...

JJ- Ó Jarge... venham de lá esses ossos, homem! Taváver que tinha de me chatear contigo, cara*ho! Mê grande filha da p*ta! Dá cá um abrace!

JF - Ó Mister... não se zangue comigo... hoje não recebi nenhum telefonema do chefe para me dar força...

JJ - Clare que não, homém, hoje nã jugarem os lampiães!

JF - Ah pois... não ligue... eu ainda o continuo a ver do outro lado, no meio daquele vermelho lindo que até dá vontade de saltar...

JJ  - Oh pá, entã comé? Queres ver que vou ter mesme que ma chatiar? Esses gaijes nã prestem para nada! Antes de eu ir para lá, não ganhavam népia... agora que saí, também já deixarem de ganhar!

JF - Pois Jorge, você é muita bom... mas nós sabemos que mesmo assim só com o nosso patrocínio é que lá foi....

JJ  - Verdade... e a propósimo, ainda não tive opartanidade de tagradecer passoalmente por aquela maravilha no Moreirense na época passada... cara*ho que aquilo ia descambar se nã fosses tu... fostum bocado óvio demais, mas prós barmelhos passa tudo he he he... Olha, milhor quisso só mesme aquela expulsão do Maricon contra os remendados! Mas prontes, a questão não é essa... é que mesme com a vossa ajuda os outros não consiguiram... ah pois, foi praciso lá chigar um génio como eu para saber tirar partido das condições que lá haviem... porra pá, vocês mesmo quando não lhas pedem nada são sempre pelo ÉSSÓLBÊ...

JF - Nem todos, nem todos... há um do Belenenses e outro do Estoril! E convenhamos que o Mister apanhou a período áureo do Grande Líder em que ninguém lhe escapava (pisca o olho)!

JJ  - Váitámasé fornicar Joige!

JF - Até ia... mas parece que disso só em jogos internacionais... para nós é camisolas velhas, jantares e promoções. E claro, a vidinha lá fora. É que o futebol não dura para sempre, não é?

JJ - Ok pá, estames escarnecidos. Mas tu a mim nam me voltes a gamar, oviste? Lembra-te que eu sei bem como é que sou bicampeã... e quanto aos teus amigos bromelhos, esquece... este ano nem que o Vitor Paneira voltasse a apitar! Ainda vã chorar muito por mim... Até te digue mais... o Bêfica sou eu e mais 13,9 milhões!

JF - Assim não dáva os 14 milhões...

JJ  - Váitá f****!



-------------------------------------------------------------------



Brincadeira à parte, foi mais um esclarecedor episódio da série "Como se fabrica um campeão".

O por demais evidente e inegável #colinho da última época foi apenas o mais desavergonhado do pós-74, mas outros existiram antes dele.




Aliás, vou mais longe e afirmo com todas as letras que, para mim, o último campeonato do Benfica conquistado por mérito próprio foi o de 1993/94. Todos os (poucos) que se seguiram ficaram manchados por episódios vergonhosos:

- Em 2004/05, um dos mais renhidos de sempre, venceram escandalosamente à custa de muitos episódios de favorecimento, cujo mais mediático foi sem dúvida a transferência do jogo Estoril- Benfica para o Algarve e respectiva arbitragem, tendo por isso ficado carinhosamente conhecido como o campeonato do Estorilgate. Mas não se pense que foi o único escandâlo nessa época, foram muitos e bons. Aliás, se bem me lembro, terminou em beleza no Bessa...

- Em 2009/10 assistimos impotentes, amordaçados pelos apitos morgados, ao campeonato do túnel onde o melhor jogador da liga, de seu nome Hulk Não Tarda Vão Levar Cinco, se deixou apanhar... e apanhou um castigo de quatro meses de suspensão que o obrigou a falhar 18 jogos, mas que à posteriori, foi reduzido para... 3 jogos! Tal como o menos mediatizado Sapunaru, que viu a pena ser reduzida de seis meses para quatro jogos. Brilhante.  

- Em 2013/14, o ano de maior discrição... foi um colinho ali, um andor acolá, sem levantar grandes ondas e a coisa fez-se. Em homenagem a Eusébio...

E não, não houve mais. Campeonatos, digo.


Como sempre faço neste ponto do meu discurso, todos estes favorecimentos ilícitos em nada justificam a nossa incompetência própria. Sabemos desde sempre que para ganhar temos que vencer mais do que o adversário de cada jogo. Já está assimilado no nosso ADN. Cada uma destas 4 épocas (sim, foram só 4, não batam mais nos ceguinhos) teve a sua dose de erros meus, desde o descalabro pós-Gelsenkirchen até à inépcia de Lopetegui, passando por Jesualdo "Tenho Medo" Ferreira e Paulo "Oho I'm an Alien, I'm a legal alien..." Fonseca. 


Mas como também sempre faço questão de acrescentar, não há qualquer relação directa entre a nossa menor competência e o sucesso do Benfica. Por outras palavras, não é pelo facto de estarmos mais fracos, a jogar menos bem ou a falhar mais golos que o Benfica ganha o direito de vencer seja o que for. Não entendem? Eu explico. A jogar mal também se ganham campeonatos. E taças. Porque o nosso "mau" pode ainda assim ser melhor que o "bom" dos outros. Como aliás foi em alguns destes anos. A não ser que outros factores externos desequilibrem. Como aliás aconteceu em todas estas quatro épocas acima referidas.


Faço votos sinceros (e exigentes) para que não permitamos que 2015/16 entre para esta lista negra, onde aliás também se encontram o Boavista "canela até ao pescoço" e o Sporting "JVPenálti-Jardel". Até agora, nada a assinalar. Mas... estejamos atentos porque os indícios são como o Amor, estão no ar...




Do Porto com Amor


4 comentários:

  1. todos estes favorecimentos ilícitos em nada justificam a nossa incompetência própria.

    Nem mais!

    ResponderEliminar
  2. Muito bom. O mais reles de todos, para mim foi o campeonato do Tunel e do Ricardo/Hermínio/Costa. Mas, com tuneis, com apitos, com livros e filmes , logo de seguida repunhamos a ordem natural das coisas. Havia um mínimo de competência técnica. Quem agora diz que perdemos pela politica de comunicação, não conhece sequer o Clube e não sabe como ganhávamos campeonatos, mesmo com Donos da Bola (que não eram estes catraios de Gomes da Silva e quejandos), Jorge Schenitzer, Tovar & Cª.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho dificuldade em eleger o mais infame, mas de facto esse do túnel / paladino da justiça nunca me farão engolir. Que benfiquistas de bem, tolhidos pela clubite, se deixem enganar, eu até compreendo. Mas que me queiram convencer de que foi justo, impossível.

      Como bem salienta, a nossa resposta foi quase sempre imediata, mas em todos eles pairou no ar "o fim de PdC" obviamente patrocinado por quem mais sonha com a sua saída - os "eternos" derrotados por ele.

      Houve uma excepção penosa, a dos 3 campeonatos (Sporting-Boavista-Sporting) em que de facto, o fim parecia ter chegado. E o que aconteceu a seguir? Sevilha e Gelsenkirchen.

      Desta vez vamos em dois seguidos do SLB... o terceiro será nosso? Ou vamos "só" ganhar a Champions? :-)

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.