Do Porto com Amor: Hoje joga o Porto! (vs Setúbal)

domingo, 8 de novembro de 2015

Hoje joga o Porto! (vs Setúbal)


Vindos de um empate na competição e com um jogo em atraso, não se admite nada menos do que uma vitória. E convincente, se possível.

Foi boa a viagem a Israel, trouxemos de lá os três pontos e correspondente contentor de €uros e ainda a moral reforçada. Não deslumbrou mas teve alguns momentos de bom futebol, livre, sem as habituais grilhetas que a posse obsessiva impõe. E isso será sempre relevado por mim. 

Não façamos confusão, no entanto, quanto às prioridades. Primeiro, ganhar, sempre. Depois, jogar bem e merecer a vitória. E quanto à destrinça entre competições, nem valeria a pena repetir-me, mas porque este Porto é tão europeu, eu faço o obséquio: o campeonato, sempre

A não ser que estejamos na final da Champions e "me" obriguem a optar entre jogá-la na máxima força ou antes ir com tudo no jogo decisivo do campeonato. Mas como actualmente essa questão até já nem se coloca, dada a data da final e sobretudo o facto de ser disputada ao sábado, eu insisto: CAMPEONATO, SEMPRE! Nem oitavos, nem quartos, nem sequer meias de nada: campeonato.

E para conquistar o campeonato 2015/16, temos obrigatoriamente de vencer este Vitória de Setúbal (FC de nome), que chega ao Dragão num momento de forma muito interesssante. Sobretudo para um clube que na última década (se não mais) tem vindo a ser fustigado com graves problemas relacionados com a sua própria sobrevivência enquanto clube de futebol profissional. 

Alheio a toda esta envolvente, Quim Machado (raio de nome, homem) tem vindo a conseguir bons frutos do seu trabalho. Deve dizer que nem sequer o tenho em grande consideração enquanto treinador, mas é inegável que está a fazer um pequeno milagre à beira-Sado, pelo menos assim parece visto de fora. Actual sexto classificado da liga, é um conjunto que tem conseguido melhores resultados fora de casa e que marca muitos golos (16 no total). Portanto, se o seu treinador não se resignar à sorte divina do senhor dos autocarros, poderemos ter um jogo bem interessante em perspectiva.

Do nosso lado, destaque para o regresso surpreendente de Brahimi ao lote dos disponíveis, imediatamente convertido em convocado. Ainda sem Maicon mas já com Osvaldo, eis o onze que proponho para hoje:


É o chamado regresso à normalidade. De novo, só não coloco Danilo a "seis" porque me parece prudente tê-lo a 100% caso seja necessário substituir alguém da defesa e, mais uma vez, não mora nenhum no banco.

Por último e ao contrário do que é meu hábito, deixo já um pré-aviso de possível mau tempo: diz que o árbitro foi escolhido a dedo, mais uma vez. Para seguir com atenção, em casa ou no estádio.

Quem vai ter o privilégio de assistir no estádio e apoiar o nosso Porto é a Cláudia Cardoso, a feliz contemplada com os 2 bilhetes oferecidos pelo Do Porto com Amor.

Por ela e por todos nós, que seja um partidazo e que regressemos a casa com a barriguinha cheia de golos (marcados) e de bom futebol.

Vamos a eles!


Do Porto com Amor



Sem comentários:

Enviar um comentário

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.