Do Porto com Amor: O nosso Porto e mais qualquer coisa

sábado, 8 de agosto de 2015

O nosso Porto e mais qualquer coisa

Concorda? Discorda? Conte-me tudo!


A algumas horas da apresentação aos sócios, mas ainda a mais de 20 dias do fecho do (nosso) mercado, é chegada a altura de fazer um ponto de situação intermédio, no que à equipa e ao plantel diz respeito.

Tendo por base os que terminaram a época passada, é de registar:


1) Saídas "confirmadas":

- Fabiano (godspeed)
Andrés Fernández (quién?)
- Danilo (volta que estás perdoado)
- Reyes (que consiga dar a volta e regressar "inteiro")
- Casemiro (podia ter sido pior)
- Campaña (quién?)
- Quintero (una lástima, pero culpa tua)
- Quaresma (semper fi, ó mágico cigano)
- Jackson (obrigado, adeus e até nunca)
- Gonçalo (volta depressa)

Em resumo, saíram 4 titulares e meio... mais Óliver


2) Saídas "a confirmar":

- Ricardo (ya...)
- Angél (por supuesto mas... pode ser Alex a sair, que medo...)
- Herrera (going once, going twice... not sold yet)
- Óliver (please don't go)
- Hernáni (incompreensível, a confirmar-se)
- Adrián (#"$%&$#/!!)

Eu sei que Óli seria mais uma entrada a confirmar, mas não me conformei ainda...


3) Entradas:

- Casillas (bienvenido)
- Maxi (bienvenido)
- Cissokho (bienvenue)
- Danilo (bem-vindo)
- Imbula (bienvenue)
- André André (bem-regressado)
- Bueno (bienvenido)
- Osvaldo (bienvenido)

Pela primeira vez, desde que me lembro, TODOS contratados a propósito. Um luxo!


4) Emprestados:

- Bolat: emprestado (Club Brugge)
- Abdoulaye: emprestado (Fenerbahce)
- Opare: por decidir
- Quiñones: por decidir
- Rolando: por decidir
- Tozé: vendido (V. Guimarães)
- Carlos Eduardo: vendido
- Sérgio Oliveira: regressado
- Tiago Rodrigues: emprestado (Marítimo)
- Pedro Moreira: desvinculado (Rio Ave)
- Otávio: emprestado (V. Guimarães)
- Josué: emprestado (Bursaspor)
- Ivo Rodrigues: emprestado (Arouca)
- Varela: regressado
- Licá: emprestado (V. Guimarães)
- Sami: emprestado (Akhisar)
- Kayembé: emprestado (Rio Ave)
- Djalma: por decidir 
- Kléber: vendido
- Ghilas: emprestado (Levante)
- Walter, Kelvin, Caballero: empréstimos que ainda não terminaram
- Izmailov: desvinculado (fim de contrato)


E assim se mantêm o mau hábito de sustentar um "onze" adicional de emprestados, ainda que possivelmente em menor número do que no ano anterior (depende das eventuais saídas). Espero que tendência seja essa, para manter e acentuar.


De resto, hoje vamos ao Dragão. Pouco mais interessa.


Mas não posso deixar de comentar as duas entrevistas dos treinadores de Sporting e Benfica, na antevisão da Supertaça (a nossa supertaça, que pelo segundo ano consecutivo não o é...).

Jorge Jesus foi mais do que igual a si próprio, foi asininamente ofensivo e deselegante (como se ele soubesse o que significa não o ser) para com o seu sucessor no estádio da Luz. Percebe-se a necessidade que a sua tremenda ignorância e complexo de inferioridade que daí resulta tem em anunciar aos sete ventos a sua insuperável sapiência, mas poderia continuar a fazê-lo sem intentar menorizar Rui Vitória. Como se diz na minha terra, uma grande filha da putice.

Rui Vitória, foi simplesmente confrangedor. Até eu me senti incomodado a meados da entrevista, tal a deferência injustificável que o novel treinador das águias exibiu para com o seu prasidente. Só lhe faltou pedir desculpa por estar ali e até por existir. Eu já o tinha como um homem bom e ontem ainda mais convencido fiquei disso. Só que a bondade não pode andar sozinha na rua em bairros difíceis, sob pena de patrocinar um imenso gang bang. Por outras palavras, ou Rui Vitória começa a assumir verdadeiramente o cargo de líder incontestado da equipa benfiquista, ou prevejo que já possa saborear o bacalhau e o peru na tranquilidade de Alverca do Ribatejo.

No domingo, que seja um bom jogo e percam os dois.




Sem comentários:

Enviar um comentário

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.