Artigo 94º? Nahhh, isso é para meninos...

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Artigo 94º? Nahhh, isso é para meninos...


Estou absolutamente boquiaberto com o que acabei de ler. O meu Clube aceitou, sem sequer contestar, disputar os 45 minutos em falta no próximo dia 21 de Fevereiro

A ser verdade, em minha opinião é uma decisão lesa-Clube por parte da administração da SAD e que tem de ser detalhadamente explicada e justificada. E não me venham com a treta de que é nas AGs que se discute estas questões. Não, não é. É uma decisão pública com efeitos imediatos, que no mínimo é questionável e que exige esclarecimentos cabais da parte de quem a tomou.



Vamos a factos

1) Ontem fomos disputar um jogo do campeonato ao estádio do Estoril;
2) Ao intervalo perdíamos por 0-1, fruto dos piores 45 minutos da época;
3) A segunda parte não se pode disputar, por falta de condições de segurança;
4) As condições de segurança devem ser garantidas, em primeira e última instância, pelo organizador do jogo, o Estoril;
5) O artigo 94º do Regulamento de Competições da LPFP/FPF, titulado "Não realização de jogos por falta de condições do estádio, de segurança ou dos equipamentos" prevê inequivocamente a sanção de "derrota" para o "clube que o indica", neste caso, o Estoril;

Perante isto, por que raio é que o departamento jurídico do Porto não age em conformidade? 

Não vão à luta porquê? Porque estávamos a perder ao intervalo?

Estarão assim tão "vesgos" para se deixar levar na lenga-lenga do "nós somos diferentes", quando há um regulamento, aprovado por todos os clubes, que prevê a derrota para o clube visitado?

Ser diferente deles é cumprir e fazer cumprir os regulamentos!

O que acham que sucederia se o problema tivesse ocorrido no Dragão? Alguém duvida que perdíamos o jogo? Está tudo maluco ou quê?

Será assim tão evidente que este caso não se enquadra neste artigo? Ouçamos alguém insuspeito:




Quando até um assumido lampião vai a uma televisão com orientação reconhecidamente "lampiã" dizer isto (peça completa aqui, enquanto não for censurada), por que raio é que no meu Clube não se faz cumprir os regulamentos?

Não entendo.

A quem, por esta altura, já se aprontar para escrever, de peito feito, que "nós queremos é ganhar no campo", não percam tempo e reflictam sobre isto: os regulamentos existem para TODOS, devem ser aplicados a TODOS, resulte isso num prejuízo ou numa vantagem. 

Todos queremos ganhar no campo, mas exige-se, pela segurança de todos, que o "campo" reúna as indispensáveis condições de segurança.

Que raio de moral querem vocês ter para criticar os sem-vergonha por viciarem as competições e ganharem de forma ilícita, quando nós próprios não exigimos que se cumpram as leis do jogo?



Do Porto com Amor,

Lápis Azul e Branco




41 comentários:

  1. Respostas
    1. Aparentemente, muitíssimo mal... mas aguardemos (agradecido).

      Eliminar
    2. estás mais contente com o comunicado?

      Eliminar
    3. Eu nem por isso, é vago e nada esclarece. Fiquei quase na mesma, resta-me a fé.

      Eliminar
    4. o que é que querias que dissesse? Que se não nos dessem os 3 pontos que não íamos a jogo?

      Eliminar
  2. Estaremos de acordo, totalmente. Quando e se...

    ResponderEliminar
  3. Tmabém estou incrédulo se se vier a confirmar a "simples" anuência do nosso Clube para o caso em apreço. Das duas uma: ou após análise se verificou da extrema complexidade em atestar da responsabilidade do estoril, ou fomos, apenas e só, bons razazes.

    Aguardo comunicação do Clube que é a única que dou como fidedigna.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo que só o Clube poderá elucidar. Falta saber se o fará.

      Eliminar
  4. Caro Lápis, se há coisa que dou como certa é a competência do nosso departamento jurídico. Como tal e se se vier a confirmar que o nosso clube aceitou a realização dos segundos 45 minutos na data que a CS já difunde, só posso acreditar que a luta jurídica seria infrutífera e que, por sua vez e a bem dos nossos interesses, seguiu-se para a solução possível..

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas como infrutífera? Está lá, no texto e no espírito da lei, que o clube organizador perde o jogo. Se não vale a pena lutar por isto, não sei por que valerá.

      Eliminar
  5. completamente de acordo!

    ate podemos ganhar 10-1 com a equipa B, por principio e respeito aos nossos adeptos, deviamos fazer o estoril pagar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lutar pela tal verdade desportiva de que tanto falamos.

      Eliminar
  6. o jogo estara semopre sob protesto, quem tem mde aplicar os regulamentos sera a liga independente dos clubes, o CD da Liga quer se realize ou nao o jogo todo tera de aplicar os regulamentos. Por outras palavras se o porto ganhar ok senao ganhar ganhamos na secretaria, o jogo esta ganho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É evidente que é a Liga quem tem de aplicar os regulamentos, mas cabe-nos defender a nossa posição e a nossa razão.

      Eliminar
  7. 1º O Sérgio Conceição que fale menos, que se deixe das merdas de se ajoelhar aos mafiosos e prepare melhor a equipa.

    2º - Por uma vez de acordo. Não há quer fazer jogo nenhum. Não façam de parvos os que lá foram.

    ResponderEliminar
  8. Pois...eu também acho que não é vergonha ganhar sem jogar. Vergonha é jogar o que se jogou ontem na primeira parte. Espero que a última frase do comunicado não seja apenas pólvora seca ( pq senão não faz sentido ali estar)... a ver

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperamos todos, meu caro, esperamos todos. Sentadinhos, para não cansar.

      Quanto ao jogo jogado, muito, muito mau. Começa a ser moda nas primeiras partes...

      Eliminar
    2. o estigma de nos portista sabermos que o plnatel era curto esta se a ver agora...
      vamos a meio do mes e nao se vislumbram reforcos.
      tb obviamente, se for so pra fazer numero nao vale a pena vir ninguem, mas caramba, estamos assim tao mau, que nem por emprestimo conseguimos alguma truta que esteja por encostado nalgum banco dum grande europeu?
      manu365

      Eliminar
  9. Pelo comunicado do FC Porto "Independentemente dos processos administrativos em curso sob a égide da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, o FC Porto tomará todas as medidas que os regulamentos em vigor permitem, com o objetivo de salvaguardar todos os seus interesses desportivos, bem como dos seus sócios e adeptos." parece que ainda vão tomar alguma atitude. A ver vamos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, pode, mas não é claro e muito menos taxativo. Espero que seja pelo motivo de estarem a analisar juridicamente, mas o que perdiam em dizê-lo de forma clara?

      Na altura em que escrevo estas linhas, já está um palhaço qualquer que ninguém nunca ouviu falar a tentar justificar na SIC Notícias (alguém deve ter feito soar o alarme com o telefone vermelho) os motivos por que a Liga não vai considerar o Estoril culpado pelo sucedido. É precisamente contra isto que o Clube deveria ter sido claro e assumido desde cedo uma posição de força.

      Eliminar
  10. Eu não quero andar sempre com a teoria da conspiração na minha alma e na minha boquinha que deita muitas opiniões cá para fora, mas... pergunto-me até que o Polvo também não anda infiltrado no nosso Clube. Se a nossa SAD não luta pelos seus interesses, quem o fará? Seremos nós, os adeptos, que o teremos que fazer?

    Uma autêntica vergonha. E ainda vem o António Tadeia, num exercício de desonestidade intelectual a aplaudir a decisão do nosso clube:

    https://bancada.pt/futebol/opiniao/o-estoril-fc-porto-e-o-famoso-artigo-94o

    "Em causa estava o ponto 4 do artigo 94º do Regulamento Disciplinar da Liga. Lá se lê o seguinte: “Quando um jogo oficial não se efetuar ou não se concluir em virtude de o estádio não se encontrar em condições regulamentares por facto imputável ao clube que o indica, é este punido com a sanção de derrota”. Ora, não sendo eu nem grande nem pequeno especialista em direito desportivo, parece-me que basta neste caso recorrer ao bom-senso e à memória para perceber que os danos na bancada não são imputáveis ao Estoril."

    Então os danos são imputáveis a quem? Á Liga? Aos sismos? Aos Super Dragões que não paravam de saltar enquanto apoiavam a equipa?

    " Não creio que tenha sido alguém do Estoril a causar as fissuras com uma marreta de demolição, de forma a manter a vantagem que a equipa tinha no marcador ao intervalo."
    Eu também não, mas...

    "Porque se o FC Porto sabe o que é perder um campeonato no túnel, isso não quer dizer que queira ganhar outro na casa-de-banho."

    A cereja no topo do bolo. Uma coisa é perder um campeonato com a suspensão de jogadores que reagiram a provocações no túnel da Luz; outra coisa é FAZER CUMPRIR os REGULAMENTOS DA LIGA.

    Uma autêntica vergonha. Não quero ganhar campeonatos na secretaria, mas depois desta palhaçada, irmos jogar mais 45 minutos numa outra altura é oferecer a liderança do campeonato ao Sporting. Porque o Estoril, com os jogadores mais frescos, vai meter o autocarro na baliza e fazer anti-jogo o tempo todo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha resposta ao Tadeia no twitter:

      Ora o ilustre causídico Prof. Doutor Tadeia opina, do alta da sua sapiência jurídica, que o artigo está lá para que a equipa da casa, quando em vantagem, não se lembre impedir que o jogo continue. Um leigo como eu acreditava - tolamente, claro - que estava lá para garantir a segurança de todos, desde jogadores a espectadores. Parece que não.

      Fico curioso sobre qual seria a escrita hoje do Prof. Doutor caso a bancada tivesse mesmo ruído ou se alguém se tivesse magoado (ou pior) se houvesse pânico na saída da bancada para o relvado.

      Por fim, folgo em saber que, uma década volvida, o jornalista @atadeia reconhece que o Porto perdeu um campeonato no túnel. Só falta mais um bocadinho, que é acrescentar o advérbio: ilegalmente. Mas tenho fé que lá chegará, nem que seja daqui a outra década.

      Sobre o novo Estorilgate, 100%.

      Eliminar
  11. Caros amigos, perdoem a intromissão de um benfiquista na vossa discussão...

    Vamos por partes. Se os amigos defendem a "verdade desportiva", isso não se coaduna com ganhar o jogo na secretaria. A bem da dita (a tal verdade desportiva), os clubes devem jogar os minutos restantes.

    Aqui faço uma nota para dizer que eu, pessoalmente, até acho que o Porto vai ganhar mas, ainda assim, os minutos devem ser cumpridos.

    Depois, em relação à responsabilidade da alegada falta de segurança, obviamente que o clube da casa tem responsabilidade por manter o recinto em condições. MAS... não é o clube que procede às vistorias e às obras propriamente ditas.

    De resto, segundo se pode constatar hoje pela comunicação social, o estádio foi vistoriado e aprovado, inclusivé, para provas da UEFA.

    Penso que, logicamente, podemos facilmente concluir daqui que, se o estádio foi dado como apto, nunca poderá ser imputado ao clube qualquer responsabilidade por esta situação.

    Finalmente, a data da realização do jogo... Ficam 2 perguntas:

    1º Porque razão o jogo não prosseguiu no mesmo dia, reafectando os adeptos a outras bancadas, uma vez que o estádio não estava lotado?

    Lembro que, por exemplo, aquando do jogo do Benfica com o Feirense, mesmo depois da queda de uma das protecções do campo, o jogo prosseguiu normalmente.

    2º Porque razão o jogo não se realizou na 3ª feira como também dizem os regulamentos?? O jogo seguinte do Porto é só na 6ª feira às 21H. Não havia qualquer problema com as 72 horas regulamentares entre cada jogo. Para dar um exemplo, foi também o que aconteceu no Benfica vs Sporting em que o estádio da Luz teve problemas com a cobertura.

    Finalmente, uma referência de náusea para as declarações do Francisco J. Marques insinuando que um delegado da liga, supostamente ligado ao Benfica, e responsável pelas vistorias dos estádios, teria deixado passar esta situação porque eram os adeptos Porto que iriam estar naquela bancada.

    Deste modo arriscava vários anos de prisão em cúmulo jurídico, arriscava desgraçar a vida deles e de vários milhares de outros... por causa do futebol!!

    Acho de um baixo nível indescritível o FJM ter sequer alvitrado esta hipótese.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, bem vindo de volta, é sempre uma oportunidade adicional para me explicar ainda melhor.

      Verdade desportiva. Portanto, para si, exigir que se cumpram os regulamentos não é defender a dita cuja. Dado o seu clube, bate certo. Mas mais: para si, defrontar uma equipa que teve várias semanas para descansar e preparar outra vez o meio-jogo que ainda falta, à luz do novo resultado ao intervalo, é a mesma coisa que disputar a segunda parte após 45 minutos de intenso desgaste, sem tempo para dele recuperar nem analisar detalhadamente o que pode o adversário fazer para inverter o resultado. Hum... qual é o seu clube mesmo?

      Curioso que queira exemplificar com o jogo onde os bandidos e assassinos que o seu clube apoia ilegalmente fizeram cair uma vedação sem consequências.

      À segunda questão não lhe posso responder por inteiro, terá de enviar uma missiva ao FC Porto e perguntar. No entanto, creio que percebe que naquele estádio não seria possível, como não o é hoje nem enquanto não forem feitas as correcções necessárias. E que, possivelmente, não seria exequível encontrar e preparar um outro estádio em tempo útil. Estava lá a Liga, sabia? Também se pode informar junto deles, espiões e infiltrados não lhe faltam por lá.

      Finalmente, adoro a candura como aborda a questão, quando se trata de um lampião que já deu provas da sua falta de honestidade nas funções anteriores e a quem nada aconteceu, aliás, aconteceu: deram-lhe novo emprego. Brilhante! Já o malvado do FJM, esse homem que se atreve a denunciar a Podridão Imensa, dá-lhe náuseas até por algo que ele nunca disse. Se calhar, deveria rever o programa e retractar-se. E aproveitava para assimilar mais umas quantas trafulhices denunciadas do seu benfica.

      Só rezo para que o seu benfica não me impeça de falar também, como ainda hoje tentou fazer a O Jogo, DN, JN e TSF. O pobre do Salazar deve estar a sentir-se um menino.

      Eliminar
    2. "Verdade desportiva", no meu entendimento, é ganhar ou perder, dentro das 4 linhas.

      Regulamentos? Os regulamentos não dizem que, caso não haja acordo entre os clubes, o jogo tem de ser disputado nas 24 horas seguintes??

      Mais... Caso não seja possível, tem de ser realizado nas 4 semanas seguintes!!

      Ainda quer falar de regulamentos?

      Quanto ao Estoril ter a oportunidade de "preparar o jogo melhor", talvez o amigo Lápis acredite mesmo nisso, ou goste de se enganar... É que está a esquecer-se de referir que o Porto, que fez os piores 45 minutos da época, também vai poder recuperar e utilizar o jogador que tem sido chave no desbloqueamento de jogos difíceis este ano, o Brahimi.

      Como se fosse necessário mais tempo de análise ao treinador do Estoril para saber como joga o Porto...

      Em relação à qualificação que faz dos benfiquistas, penso que está em claro desrespeito com as próprias regras deste forum, que estabelecem que se "Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos".

      Obviamente que, o forum é seu, e as regras são suas. Mas penso que, para além da caracterização ser incorrecta, peca por não ter elevação nem demonstrar respeito.

      O exemplo foi dado para se perceber o paralelismo entre um outro jogo em que as condições não eram as ideais, mas o jogo pode ser concluído.

      No que toca às condições do estádio, e refere que "estava lá a liga"... Pois bem, pelas imagens me parece que a "liga" até retomar o jogo porque não foram encontrados quaisquer indícios de perigo nas fundações. As rachas estariam confinadas ao chão e às paredes separadoras da casa de banho.

      Quem foi contra essa decisão foi o FC Porto!

      Finalmente, abordemos as declarações do FJM--- Espero que não se incomode se eu reproduzir aqui o link do jornal O Jogo, que transcreve essas declarações.

      https://www.ojogo.pt/futebol/1a-liga/porto/noticias/interior/francisco-j-marques-aponta-ligacoes-entre-responsavel-pelas-vistorias-e-o-benfica-9053214.html

      É que, realmente, eu não vi o programa. Não vejo canais de clubes. Dão-me urticária.

      Eu tenho cabeça e gosto de pensar por ela, e não que me digam o que pensar.

      Mas voltando às declarações, o "integro" FJM insinua, CLARAMENTE, que o tal inspector está em conluio com o Benfica.

      Já em relação às "trafulhices", ainda a semana passada foram divulgados mails que, de acordo com as partes directamete envolvidas, provaram ser FALSOS e, num dos casos, falaram num pedido de bilhetes que nem teve resposta.

      Tudo muito credível!!

      Ora, se já divulgaram mails falsos, porque razão os restantes seriam verdadeiros?

      Eliminar
    3. Meu caro, lamento mas peca repetidamente por desinformação.

      A ser verdade o que diz, que foi o Porto que se recusou a jogar, fê-lo suportado pelos regulamentos.

      Quanto às condições de segurança, só lhe digo isto: vá para lá, juntamente com todos os que lhe são queridos, e depois atreva-se a dizer o mesmo.

      Elevação e respeito? Para quem o merece! Criminosos, sim, com todas as letras, comprovadamente - não alegadamente. São uma corja de bandidos que, semana sim, semana sim, semeia o terror com total impunidade e cobertura da direcção do seu clube. Fica fácil de perceber que não me refiro ao comum adepto, não fica?

      Quanto a FJM, insisto: veja o programa. A sua leitura do que vem no jornal peca por ausência de contexto.

      A opção de enterrar a cabeça na areia (mesmo que seja para pensar, como diz) é sua. As evidências estão aí e nem sequer vale a pena o esforço de argumentar por elas. Está no seu direito em não querer acreditar, mas não pense que isso vai fazer com a realidade seja outra - não vai. Mais cedo ou mais tarde, quem como o Pedro gosta realmente do Benfica, vai ter de enfrentá-la. A bem do seu clube.

      Eliminar
    4. Bem... Uma vez que as nossas posições são irreconciliáveis, deixo-lhe apenas a questão que não abordou:

      - Fala em regulamentos mas estes não foram cumpridos com a remarcação para 21 de Fevereiro.

      Como disse antes, os regulamentos não são para cumprir??

      Eles são bem claros em relação a situações destas em que não haja acordo entre os clubes. O jogo tem de ser nas 24 horas seguintes.

      E, não se fazendo, tem de ser no prazo de 4 semanas.

      Nem uma coisa nem outra aconteceu...

      Será que os regulamentos são mesmo para todos?

      Eliminar
    5. Irreconciliáveis que sejam, mas com a razão dos factos a separá-las e qualifiáca-las.

      De novo, peca por desinformação.

      Os regulamentos são claros mas não objectivos quanto a este caso concreto. Simplesmente porque não prevêem a situação.

      Artigo 42º, alínea 3, diz taxativamente que se o clube tiver outro jogo nessa semana, poderá ser nas duas seguintes. E o ponto 4 alarga para 4 semanas, cumpridos os requisitos.

      Artigo 44º, prevê um mínimo de 72 horas entre jogos, nacionais e/ou internacionais.

      Já o 46º é bem claro ao explicitar que o jogo só será retomado nas 30 horas seguintes se estiverem reunidas as condições e volta a remeter para o 42º.

      Interceptando estes três artigos com o calendário do Porto até dia 21 de Fevereiro, talvez perceba o porquê desta data. Não tem ciência nenhuma.

      Mas numa coisa estamos de acordo: os regulamentos não são para todos. Há os do Benfica e os dos restantes clubes, sempre em benefício do mesmo.

      Eliminar
    6. O Pedro queria muito que se tivesse continuado a jogar, independentemente das rachas que obrigaram a que fosse evacuada a bancada. Em alternativa, o Pedro queria muito que se jogasse no dia seguinte, dava tempo para o cimento fresco secar mais um bocadinho. Vá, uma semana depois que fosse, na véspera de um jogo contra os lagartos, por exemplo. Eu entendo o Pedro.
      O que o Pedro não diz, é onde haveria de se realizar esse jogo, caso as imagens públicas não sejam photoshop. Por nós, podia ser ali ao pé do Colombo, é um talismã. Mas quase aposto que o Pedro iria sugerir Faro...
      Já quanto à responsabilidade, é sempre do clube que indica o local do jogo. Ponto. A menos que prove que a Godzila decidiu dar uma volta pelos WC. Ou que Grupos Organizados de Adeptos se lembraram de forçar um murete...

      Eliminar
    7. Interessante a remissão que faz entre artigos mas, na verdade, nada impedia que o jogo fosse na 3ª feira, desde que não utilizassem aquela bancada.

      Bastava para isso redistribuir os adeptos por outras bancadas, uma vez que o estádio não estava cheio.

      Por outro lado, o jogo podia realizar-se no fim de semana de 28 e 29 de Janeiro.

      Se fosse no dia 28 teria de ser depois das 20h45 e, caso fosse no dia 29 teria de ser até às 18h00.

      Simples!

      E nem vou abordar porque razão, e em que situação é que os regulamentos do Benfica foram diferentes dos dos "outros"...

      Eliminar
    8. Pedro, quando acabam os argumentos o melhor é parar.

      Esteve no Estoril? Pode afirmar com certeza o que sugere? Não, não pode.

      Eu estive lá e garanto-lhe que não cabiam nas outras bancadas, nem mesmo à moda ilegal das claques do slb. Além de que, só por si, a ideia é estapafúrdia. Claramente não faz a mínima ideia de como funciona uma claque, nem mesmo as licenciadas.

      28/29 Janeiro é a final da Taça Lucílio Baptista, desculpe os responsáveis do Porto por admitirem a possibilidade de lá estar.

      Reconhecer o erro só engrandece quem o comete. Eu faço-o muitas vezes e nunca me arrependi até hoje. Experimente...

      Eliminar
    9. Caro Lápis, vamos por partes.

      Em relação à lotação do estádio, procurei pela lotação e não consegui encontrar, pelo que me posso guiar apenas pelas imagens da TV e pelas fotografias.

      Se esteve presente "in loco" e me diz que não era possível recolocar os adeptos em segurança, aceito sem reserva a sua opinião.

      Em relação ao calendário, eu apenas consultei o calendário dos jogos do Porto que estão marcados. Não reparei no "pormenor" da final da Taça da Liga não estar calendarizada.

      Pelo que, tenho de refazer a minha opinião anterior de que, tal como mandam os regulamentos, o jogo deveria ter sido feito no dia seguinte mas, não tendo acontecido assim, é indesmentível que não havia outra data disponível.

      Eliminar
    10. Yep, a casa do Estoril, portanto.

      Eliminar
  12. se o jogo se realizar a que ganhar, apesar dos acontecimentos nao podemos esquecer mais um frango de SA que tem a mania que adivinha os lances e em dois jogos sao ja dois frangos e meio. Depois a pouca intensidade com que entramos o que sera logico com layun em campo, depois a permeabilidade central nos ultimos jogos, depois a teimosia bacoca de SC, depois nao podemos esquecer que Marega tem dificiencias tecnicas, corona nem sei o que esta ca a fazer, nao jogando brahimi ninguem entra, NO ESTORIL A BANCADA RUOIU MAS SA DEU UM FRANGO E NAO ESTAVAMOS A PERDER SENAO FOSSE ISSO. Nao sei no que vai dar o relatorio do lenec que sera decisivo, as fissuras estao la e ja algum tempo com uma vistoria atenta a bancada teria sido interditada concerteza, claro que estamos em desvantagem porque so jogamos 45 minutos e eles entram fresquinhos e ja estavam de rastos, mas tambem sabemos que temos de dar tudo nesses 45 minutos e nao podemos entrar amorfos. FALTAM NOS JOGADORES E A SAD NAO QUER SABER MUITO DISSO, A EQUIPA B GANHAVA DE CARAS AO ESTORIL, agora pensem. SC parece estar a tentar sempre a +provar que nao e so emoçao e tambem tatica e que percebe muito de futebol, arma se em madre teresa de calcuta e nao percebe que ser direto e emotivo no porto so o prejudica, os adversarios conhecem o passado de SC e começam a atacar e ele esta a ir na cantiga porque e realmente vaidoso e teimoso, espero que continuemos la em cima , nao podemos perder pontos com aves, estoris e coisas do genero.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estar a ganhar ou a perder não pode ter nada a ver com o facto de se fazer cumprir os regulamentos, não misture as coisas.

      Quanto a reforços, obviamente que a SAD quer, simplesmente não pode pelos erros cometidos nos últimos anos. Não adianta nada estar sempre a apontar as deficiências do plantel, já todos sabemos que existem. Ainda assim, deu para terminar a primeira volta à frente.

      Concordo, sim, que SC tem de se conter um pouco mais nas "genialidades" e não mexer muito no que já deu provas de ser a melhor solução.

      Eliminar
  13. Muito bom post parabéns. De facto se a nossa Sad não lutar para que os regulamentos se cumpram não está a defender o clube. Se fossem os outros fariam tudo para ganhar na secretaria é só lembrarmo-nos do que eles fizeram em casos anteriores. Convém no entanto não esquecer que o reforço da equipa deve ser uma prioridade. A nossa exibição e as invenções de SC não auguram nada de bom.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os comunicados sucessivos sugerem a possibilidade de o estarem a fazer, discretamente, pelo que aguardemos. Pessoalmente, acho que deveríamos ter assumido uma posição pública desde a primeira hora, sem receios desta corja que já transpira só de nos imaginar campeões.

      Reforços, sim, claro, haja como fazê-lo e a propósito. Mais pesos mortos, não obrigado. Aguardemos...

      Eliminar

Diga tudo o que lhe apetecer, mas com elevação e respeito pelas opiniões de todos.